Trabalhos realizados

As premiadas cervejas artesanais do Paraná

By 15/09/2011abril 18th, 202011 Comments
Divulgação
Petrolium, da Dum Cervejaria, custa entre R$ 23 e R$ 28

[Olá, pessoal. A coluna Bar do Celso, publicada nesta quinta-feira (15) na revista Bom Gourmet, da Gazeta do Povo, fala sobre as cervejas paranaenses premiadas. Alguns com certeza vai dizer “finalmente!”. Sim, saiu, finalmente. Outros com certeza vão perguntar: “temos boas cervejas no Paraná?”. A resposta é sim, e os prêmios são prova disso. Mas não é só isso que tem de bom por aqui. Se posso dizer algo é, experimente! Você vai se surpreender. Espero que gostem.]

Prêmio atrás de prêmio. Tem sido assim com as cervejas paranaenses em concursos nacionais e internacionais nos últimos dois anos, o que prova a ótima qualidade da produção local. Em parte, isso é reflexo de um bom momento pelo qual passa o país. As cervejas chamadas de especiais, que valorizam uma rica experiência sensorial, estão sendo cada vez mais conhecidas e apreciadas. Por outro lado, é mérito do estudo, dedicação e criatividade desses cervejeiros, que atuam em microcervejarias ou fazendo cerveja em casa, como hobby. É no chamado homebrew que nascem muitas dessas receitas vencedoras.

Leia a coluna Bar do Celso completa no site do Bom Gourmet

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

– Twitter: http://twitter.com/bardocelso

– Facebook: http://www.facebook.com/bardocelso

– Foursquare: http://foursquare.com/bardocelso

– YouTube: http://www.youtube.com/bardocelso

– Orkut: Comunidade eu frequento o Bar do Celso

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

11 Comments

  • Ronaldo disse:

    Onde acho essas cervejas em Curitiba?

  • Luiz Fernando Abreu Ferreira Filho disse:

    Prezado Celso,
    Como sempre leio sua coluna, gostaria de lhe informar que, caso você não tenha conhecimento, existem mais quatro cervejeiros paranaenses premiados. São eles: O primeiro cervejeiro premiado do estado do Paraná, Edigyl Pupo. O duplamente premiado Caique Rampazzo. Leonardo Lopes de Pgua e Tiago Beetz. Estes tres ultimos, foram os unicos representantes paranaenses a serem premiados no Concurso Nacional de Cervejas Artesanais deste ano. Anote ai mais estes quatro exelentes cervejeiros

  • Douglas Carvalho disse:

    Celsão, parabéns pelo suporte permanente ao mercado cervejeiro (de verdade) e às cervejarias paranaenses.
    É muito orgulho termos em nossa região produtos de qualidade tão superior e de tanto destaque.
    Como já foi falado antes: Curitiba (e por consequencia todo o Paraná), a meca da cerveja especial!
    Abraços.

  • Celso disse:

    Olá, Luiz. Tudo bem? Obrigado pelo comentário. Sei, sim, dessas histórias. Mas, infelizmente, não tenho espaço para colocar todos os premiados na coluna. São muitos prêmios, o que só demonstra a grande qualidade das nossas cervejas locais. Tive que escolher. Mas essas pessoas nunca ficaram esquecidas aqui, nem por mim. Fui um dos primeiros a dar a notícia dos prêmios do concurso das acervas aqui: http://bit.ly/nLNp9W E o Edigyl Pupo é sempre lembrado aqui no blog: http://bit.ly/n4gtD7

  • Celso disse:

    Olá, Ronaldo. Em Curitiba, você tem vários locais que tem cervejas artesanais locais para vender, entre bares, restaurantes, lojas e outros estabelecimentos. Você tem um mapa aqui mesmo no blog com vários desses locais: http://bit.ly/qtag4m . Abraços

  • Caique Rampazzo disse:

    Pois é Celso, o comentário do Luiz falou tudo, mas pelço que vi, faltou espaço para citar os premiados e sobrou espaço p/ fazer um “merchanzinho” para a petroleum.
    att
    Caique Rampazzo

  • Caique Rampazzo disse:

    Ronaldo: acesse http://www.facebook.com/media/set/?set=a.239343766105981.61795.100000910770957&l=759c23e735&type=1

    ali vc encontra cerveja premiada. Tem tbem as informações de contato

  • Celso disse:

    Olá, Caique. Sinto que pense assim. Aqui não há merchandising. Não recebo nada para falar de uma ou outra cerveja. Minha ideia foi homenagear os diversos produtores com ótimas cervejas que não foram premiados, como você era há um tempo atrás. Pena que não tenha se sentido incluído nessa ideia. Conheço seus produtos, e não canso de falar de boca cheia das suas ótimas cervejas, das do Edygil e de muitas outras pessoas.

  • Vicente Ferrari disse:

    Caro Celso, penso que sua matéria refletiu, de maneira interessante, a “indústria” cervejeira do Paraná, da qual sou grande fã. Entretanto, tenho que concordar com o Luiz Fernando quanto à não citação de, digamos assim, outros mestres desse ramo que cresce tanto no nosso estado, como o Caique, Edigyl, Tiago, dentre outros. Sugiro, portanto, uma matéria complementar a fim de se demonstrar que o mercado é ainda mais premiado do que registrado nessa matéria, o que acha? Abraços, Vicente.

  • Celso disse:

    Olá, Vicente. Muito obrigado pela sugestão. Vou providenciar uma nova publicação nesse sentido assim que possível. Abraços

  • Celso disse:

    Olá, Ronaldo. Essas cervejas podem ser encontradas em casas especializadas na bebida, tanto bares quando lojas, como Templo da Cerveja, Clube do Malte, Armazém da Serra, Empório Weiss, Saaz Bier Bar, Cervejaria da Vila. No entanto, como a produção é artesanal e limitada, pode ocorrer de não estarem disponíveis naquele momento.

Leave a Reply