Cervejas paranaenses, sim senhor!

Nesta segunda-feira (13), recebi um comentário do Luiz Augusto na entrevista sobre produção de cervejas artesanais em casa, super pertinente e educado por sinal, que gostaria de compartilhar com todos. Ele reivindicou uma maior atenção para a produção local de cervejas. Concordo plenamente: o que é nosso, da nossa cidade, do nosso estado, do nosso país, deve ser valorizado. Sem fechar os olhos para o que há de bom fora desse âmbito, claro, mas o local merece foco especial.

Se não mencionei nenhuma cerveja paranaense ainda foi por pura falta de tempo. Esse boteco aqui abriu há menos de uma semana. Mas já está nos planos alguns posts sobre a produção paranaense de cervejas. Temos ótimos exemplos entrando no mercado com o pé direito, como a curitibana Diabólica e a Poderosa IPA, do engenheiro Edigyl Pupo, de Imbituva, dos Campos Gerais. Essa última foi vencedora do 3º Concurso de Cervejas Artesanais, promovido pelas Associações de Cervejeiros Artesanais (Acervas) em 2008.

Aliás, esse foco local faz parte da forma de ver do grupo. Um exemplo é a reportagem da Revista RPC sobre a Poderosa IPA. Deixo aqui o vídeo para vocês conferirem, junto com minha promessa de falar sempre que possível sobre o assunto. Inclusive sobre a cerveja do Edigyl, para a qual planejo um post especial. Ah, a reportagem me foi lembrada pelo Henrique, da cervejaria Klein Bier, que também “é daqui”, de Campo Largo, Região Metropolitana de Curitiba, e faz uma Stout interessantíssima, na minha opinião.

Bem, olho na reportagem. Até.

Upadate 14h43: O leitor Paulo pediu indicações de onde achar as cervejas que mencionei acima. Ainda vou falar mais sobre elas, mas adianto que é possível achar a Poderosa IPA e a Diabólica no Armazém da Serra, que fica no Mercado Municipal de Curitiba. Ambas também podem ser encontradas em bares especializados em cervejas, como a Cervejaria da Villa e o Carocha Bar. No entanto, como elas são produzidas artesanalmente, essa disponibilidade está condicionada a “enquanto durar o estoque”. Mas novas remessas sempre aparecem.

Já o chope Klein Bier pode ser encontrado numa variedade maior de casas aqui na capital curitibana pelo maior volume de produção. Entre elas, Mondo Birre, John Bull Café, Sheridan’s Irish Pub, Bar Seis e Meia e Tsé Tsé.

nv-author-image

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas. Leia mais sobre ele aqui e conheça oClube BarDoCelso.com aqui.

25 comentários em “Cervejas paranaenses, sim senhor!”

  1. É isso aí, vamos valorizar o que é daqui!

    A galera da ACervA-PR tem produzido coisa muito boa mesmo!

    Parabéns pelo novo Bar do Celso

    Abraço.

  2. Mateus Santos

    É louvável, Celso, que você foque esse assunto das cervejas artesanais regionais. Sempre ouço falar bem dessas duas marcas que você comentou. Falta agora experimentar. Derrepente essa seja uma semana propícia para tal.

    Um abraço e parabéns pelos excelentes textos e periodicidade.

  3. Mateus Santos

    É louvável, Celso, que você foque esse assunto das cervejas artesanais regionais. Sempre ouço falar bem dessas duas marcas que você comentou. Falta agora experimentar. Derrepente essa seja uma semana propícia para tal.

    Um abraço e parabéns pelos excelentes textos e periodicidade.

  4. Luiz, sem problemas. Aliás, fiquei feliz com o comentário. Rendeu tanto que virou um novo post. Por favor, continue contribuindo.

  5. André Campos

    Parabéns Celso pelo seu blog.Já sou leitor assíduo.Sou apreciador de cerveja(botequeiro)mas neófito na degustação das especiais.Gostaria de ficar informado sobre cursos e palestras sobre o assunto.Há 15 dias estive no Rio e conheci a Gato Pardo e a choperia da Devassa(sensacionais).Claro,o ambiente ajuda não?Grande abraço.

  6. André Campos

    Parabéns Celso pelo seu blog.Já sou leitor assíduo.Sou apreciador de cerveja(botequeiro)mas neófito na degustação das especiais.Gostaria de ficar informado sobre cursos e palestras sobre o assunto.Há 15 dias estive no Rio e conheci a Gato Pardo e a choperia da Devassa(sensacionais).Claro,o ambiente ajuda não?Grande abraço.

  7. Excelente chopp da Klein Bier.
    Muito melhor que brahma, heineken ou qualquer outro!
    eu recomendo tanto o pilsen quanto o stout!!!

  8. Excelente chopp da Klein Bier.
    Muito melhor que brahma, heineken ou qualquer outro!
    eu recomendo tanto o pilsen quanto o stout!!!

  9. Murilo Foltran

    Oi Celso,

    Sou um dos cervejeiros da Opus. A segunda colocada no primeiro concurso da Eisenbahn

    Se tiver interesse meu blog é opusc3.blogspot.com

    []’s

  10. Murilo Foltran

    Oi Celso,

    Sou um dos cervejeiros da Opus. A segunda colocada no primeiro concurso da Eisenbahn

    Se tiver interesse meu blog é opusc3.blogspot.com

    []’s

  11. Bom dia. Aqui em Londrina temos o Fábrica 1 Cervejaria Artesanal, que serve chope tipo Pilsen, Lager e escuro (não sei se Malze ou München) feito no próprio bar. Inclusive é possível visitar a cervejaria, que fica numa edificação anexa com paredes de vidro.

  12. Gostei de todas e vou agaurdar algo sobre a black,sou uma apreciadora de cervejas especiais….ainda mais agora no inverno…

  13. Gostei de todas e vou agaurdar algo sobre a black,sou uma apreciadora de cervejas especiais….ainda mais agora no inverno…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *