Notícias

Cerveja artesanal brasileira em festival na França

Cerveja Artesanal Brasileira em festival na França

Samuel Cavalcantti, da Bodebrown, organiza painel de cerveja artesanal brasileira no Mondial de La Bière na França

É sempre bom ver a cerveja artesanal brasileira alcançando novos patamares e indo além. Nossa produção tem qualidade e está crescendo muito. Hora de mostrar para os gringos o que o Brasil tem. Começou na quinta-feira (12) a edição francesa do festival Mondial de la Bière, evento que estará em novembro aqui no Brasil. E a cervejaria curitibana Bodebrown está participando da mostra competitiva com três cervejas: Wee Heavy, Perigosa e Cacau IPA.

>> Confira a melhor lista de lojas e equipamentos de cerveja artesanal caseira do Brasil

Como se isso já não fosse notícia boa o suficiente – e tenho certeza que voltarei a esse assunto para anunciar medalhas desses malucos por lá O resultado já saiu. Veja no update abaixo – a cervejaria resolveu organizar uma mostra da produção brasileira dentro do festival, atuando como exportador.

O painel verde-amarelo foi montado com a produção de oito cervejarias, que também participam da competição: Basement (com a Catarina Vintage, Tony Oktoberfest e California Golden), Dortmund (Nostradamus, The White IPA e Matanza), Karavelle (Red, Pilsen, Keler, IPA e Barba Negra), Insana (Weizen, Golden, Chocolate Porter), Invicta (IBA, German Pilsener, Imperial IPA, Imperial Stout e Saison), Bierland (Pale Ale, Vienna e Imperial Stout), Wals (Wals 42, Petroleum, Brut, Saison de Caipira, Trippel e Witte) e Colorado (Berthor, Guanabara, Demoiselle e ICI).

É cerveja artesanal de qualidade para ninguém botar defeito! Se eu fosse você, guardava a lista para experimentar uma por uma depois!

Alcançando novos limites com a cerveja artesanal

E o “Viva La Revolucion”, palavra de ordem da produção de cerveja artesanal brasileira no Paraná, chega a novas terras. “Queremos apresentar no velho continente a revolução das cervejas brasileiras”, comentou Samuel Cavalcanti, cervejeiro da Bodebrown. “É importante que o mercado internacional reconheça o produto feito no Brasil como um todo”. Cavalcanti estará presente no evento, representando as marcas nacionais ao lado de Rafael David, também da Bodebrown, e Marcelo Carneiro, da Cervejaria Colorado.

Em maio, a cervejaria curitibana já havia exportado as cervejarias brasileiras na edição canadense do Mondial. E fica o recado do velho bode Samuel Cavalcantti para os outros cervejeiros: “Estamos de portas abertas para conversar com outros produtores que desejam levar suas produções para fora do país”.

Esta é a quarta edição europeia do Mondial de La Bière, que dá destaque ao mercado brasileiro com a indicação da Bodebrown ao concurso. O festival foi criado em 1994 em Montreal, no Canadá, dedicado a restabelecer o status da cerveja como bebida nobre. Seu sucesso o colocou como um dos mais importantes eventos cervejeiros do Mundo, o que originou a versão europeia em 2009.

E você? Vai no Mondial de La Bière aqui no Brasil? É uma oportunidade única para quem curte cerveja! O festival será no Rio de Janeiro entre 14 e 17 de novembro deste ano, em meio ao feriado nacional da Proclamação da República. A organização do evento espera um público de aproximadamente 20 mil pessoas.

UPDATE 13/09 – 14h22: Foi mais rápido do que eu pensava! Saiu o resultado das premiadas no Mondial de Lá Bière França. Das dez que ganharam prêmios, três são brasileiras: Bodebrown Perigosa Imperial IPA (Curitiba – PR), Wäls Petroleum (Belo Horizonte – MG) e Colorado Ithaca (Ribeirão Preto – SP). Lembrando que a receita da Petroleum é da DUM Cervejaria, também de Curitiba. Pois podemos considerar que o Paraná sai, então, com pelo menos um prêmio e meio! Rs… A informação dos ganhadores foi divulgada em primeira mão pelo Meurício Beltramelli, editor do Brejas.

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

– Google+

– Twitter

– Facebook

– Foursquare

– YouTube

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

Leave a Reply