Notícias

Cerveja Avós e a mineira ZalaZ apresentam receita colaborativa

By 03/03/2017abril 18th, 2020No Comments

No dia 3 de março as marcas lançam, em evento no Empório Alto dos Pinheiros e em mais de 30 estabelecimentos parceiros, a Vó Zazá, uma India Black Lager feita com adição de café orgânico produzido na própria fazenda

As águas de março trazem novidades cervejeiras de respeito, fruto da união de forças entre a inquieta Cerveja Avós e a charmosa cervejaria ZalaZ, instalada na Fazenda Terezinha, na Serra da Mantiqueira, Minas Gerais. No dia 3 de março, Junior Bottura, Júnia Falcão e Fabrício Almeida anunciam em evento no Empório Alto dos Pinheiros a chegada da Vó Zazá (preço sugerido R$37/ 500ml), uma India Black Lager com adição de café orgânico, produzido na própria fazenda. Na data, mais 30 estabelecimentos parceiros terão em suas torneiras e geladeiras esta receita que transmite uma característica comum às duas marcas, a homenagem a seus antepassados e carinho na execução de suas cervejas.

Envasada em garrafas de 500ml,a Vó Zazá mescla a riqueza do aroma dos lúpulos: Hallertau Tradition que tem toque terroso e leve frutado, Cascade que traz tanto amargor como potencializa aroma com toque levemente picantes e floral e o Northern Brewer que apresenta perfil terroso e resinoso, com a sutileza da levedura Lager. Com visual escuro, ela tem espuma cremosa e perolada, no nariz a presença intensa dos lúpulos muito bem casada com a tosta dos maltes e o café orgânico utilizado na receita. Boa pedida para quem é fã de cerveja artesanal e café, A Vó Zazá entrega bomdrinkability e frescor comum às cervejas feitas com levedura de baixa fermentação, a colaborativa alcança 45 IBUs e tem 6,1% de teor alcoólico.

Sobre a ZalaZ:

Microcervejaria artesanal localizada na Serra da Mantiqueira, em Paraisópolis – Minas Gerais. Situa-se dentro da Fazenda Santa Terezinha, produtora de cafés especiais, suinocultura e derivados, além de outras culturas orgânicas. Buscam uma produção integrada e sustentável e contam com sete rótulos no portfólio e já conquistaram prêmios no Mondial de Lá Bierre e Festival de Blumenau ambos em 2016 com duas das suas receitas.

Sobre Cerveja Avós:

A cerveja paulista Avós se apresentou ao mercado, em março de 2016, com os dois primeiros rótulos de seu portfólio: uma India Pale Ale, batizada de Vó Maria, a Baixinha Porreta e uma Hoppy Lager que leva o nome de Vó Maria e o Seu Lado Zen, premiada com medalha de prata no South Beer Cup 2016. Três meses depois a marca anunciou sua primeira receita sazonal, envasada em lata de alumínio, que funde as personalidades dos seus dois primeiros estilos: uma India Pale Lager, batizada de Vó Maria In Concert ,ideia nascida do evento promovido pela cerveja Avós que harmonizou jazz e blues com suas cervejas. As receitas de DNA caseiro são feitas com o mesmo cuidado e alegria dos almoços familiares. Elas proporcionam aos consumidores cervejas que unem frescor e drinkability a homenagens e histórias que remetem aos ancestrais de seu criador, o publicitário e cervejeiro Júnior Bottura. Com alma cigana, no interior de São Paulo, a Avós é fruto da paixão de Júnior pelas panelinhas e uma celebração ao vínculo que teve a sorte de cultivar com todos os suas avós e bisavós. Seus produtos contemplam o paladar de cervejeiros iniciantes e experientes, são companhias de respeito para brindar àvida. A marca fechou o ano em que se lançou ao mercado, com novidades e abriu as portas do seu espaço, a Casa Avós, onde reúne seus produtos, cervejas e chopes para serem levados para casa em growlers ou crowlers. Logo no começo de 2017, quem se juntou à linha da Avós foi A Vó Ana: A Matrona, uma Lager feita com trigo, adição de semente de coentro e camomila tem visual amarelo palha, espuma branca cremosa, corpo leve, 5,1% de teor alcoólico e uma drinkability convidativa. Ao paladar a receita entrega, como resultado de seus 40 IBUs, amargor elegantemente presente e equilibrado. No nariz traz notas que remetem a frutas cítricas, como limão e tangerina, por conta da dupla Sorachi Ace e Mandarina Bavária, os lúpulos usados no dry hopping – técnica que os adiciona durante a maturação e a amplia riqueza de aromas da cerveja.

Lançamento: 3 de março Empório Alto dos Pinheiros

A partir das 17h

Endereço: Rua Vupubaçu, 305

Serviço Casa Avós:

Rua Croata, 679

Telefone: 3672-4282

Horário de funcionamento: Terça à Sexta, das 17h30 às 21h30h, Sábados das 11h às 15h / a Casa Avós oferece o espaço eventos fechados aos sábados das 16h às 22h

https://www.facebook.com/cervejaavos/?fref=ts

Texto e informações de responsabilidade da assessoria de imprensa. 

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

Leave a Reply