Cervejas brasileiras para ninguém botar defeito

[Texto originalmente publicado na coluna Bar do Celso na revista Bom Gourmet desta quinta-feira (13)]

Nos últimos dias de maio e começo de junho as atenções do universo brasileiro da cerveja se concentraram em Curitiba, que recebeu pela primeira vez o Encontro Nacional das Acervas (Associações de Cervejeiros Artesanais).

Além de palestras, passeios por bares da cidade, visitas a cervejarias e uma bela festa de encerramento, o evento contou com o tradicional concurso de cervejas artesanais feitas em casa (homebrew). Participaram 237 cervejeiros de todo o país com mais de 400 cervejas em cinco categorias. Isso exigiu um bom esforço dos mais de 50 juízes, brasileiros e estrangeiros, em dois dias de degustações.

Apesar de não serem comercializadas – as cervejas caseiras são produzidas como hobby e normalmente não têm registro no Ministério da Agricultura para serem vendidas – o concurso aponta tendências e revela até futuros profissionais do ramo. Indepen­dentemente do resultado, posso dizer como um dos juízes que vi muita criatividade no uso de ingredientes nacionais nas cervejas, que foram avaliadas em categoria própria. Tudo isso sem perder de vista a fidelidade aos estilos que dão base para a inserção de amendoim, rapadura, cumaru, cacau, zimbro, castanha-do-pará, abóbora, guaraná, erva-mate, cataia, melado, catuaba, pequi, além de flores, madeira e outras frutas das mais diversas. Uma verdadeira ode à brasilidade!

Confira a lista de premiados no concurso

Outros concursos

Divulgação

Os concursos de cervejas são formas de avaliar as bebidas e reconhecer sua qualidade, nacional ou internacionalmente. Há diferentes critérios e propostas, no entanto, a lista de premiadas pode ser um bom guia, um fio condutor nesse universo que é tão vasto. No último mês, pelo menos outras três dessas competições anunciaram seus resultados. E as cervejas brasileiras estão fazendo cada vez mais bonito nessas premiações.

O Mondial de la Bière, realizado no Canadá, premiou duas cervejas tupiniquins com medalhas de ouro: a curitibana Bodebrown Wee Heavy (500 ml – entre R$ 20 e R$ 25) e a Imperial Stout Colorado Ithaca (600 ml – entre R$ 40 e R$ 45). A paranaense ainda faturou bronze no Australian International Beer Awards e a Colorado prata no South Beer Cup, realizado na Argentina.

No mesmo concurso australiano, a Bamberg se destacou com quatro das 18 medalhas brasileiras além do único ouro do Brasil, pela Bamberg Altbier (355 ml – entre R$ 7 e R$ 10). A cerveja também foi considerada a melhor European Style Ale do concurso. Já no sul-americano, foram 27 medalhas brasileiras. Entre os premiados, as paranaenses Wensky Beer, com ouro pela Old Ale Drewna Piwa (600 ml – entre R$ 15 e R$ 20) e bronze por uma American Ipa ainda não lançada, e Bier Hoff, com ouro pela sua Pilsner (600 ml – entre R$ 10 e R$ 15). A lista completa de premiados nos quatro concursos você encontra no blog Bar do Celso.

* Os preços são aproximados e calculados com base na recomendação das cervejarias, distribuidoras e importadoras.

Confira a lista de premiados:

Mondial de la Bière

Bodebrown Wee Heavy – Ouro
Colorado Guanabara (Ithaca) – Ouro

Australian International Beer Awards 2013

Baden Baden Bock – BRONZE na categoria German Style Bock
Baden Baden Golden – BRONZE na categoria Herb & Spice
Baden Baden Red Ale – PRATA na categoria Barley / Wheat Wine
Baden Baden Weiss – PRATA na categoria Wheat Beer German Style Hefe
Bamberg Altbier – OURO na categoria Altbier
Bamberg Munchen – BRONZE na categoria Other Amber / Dark Lager
Bamberg Rauchbier – BRONZE na categoria Smoked
Bamberg Schwarzbier – BRONZE na categoria German Style Schwarzbier
Bierland Imperial Stout – BRONZE na categoria Imperial Stout
Bierland Pale Ale – PRATA na categoria International Pale Ale British Style
Bodebrown Cara Preta Mild Ale – BRONZE na categoria English Style Dark Mild
Bodebrown Wee Heavy – BRONZE na categoria Scotch Ale
Dama Weiss – BRONZE na categoria Wheat Beer German Style Hefe
Devassa By Playboy – BRONZE na categoria American Style Lager
Eisenbahn 5 – BRONZE na categoria Vienna
Eisenbahn Dunkel – PRATA na categoria German Style Schwarzbier
Eisenbahn Kölsch – BRONZE na categoria Kölsch
Eisenbahn Strong Golden Ale – PRATA na categoria Belgian & French Style Ale Pale Strong

South Beer Cup 2013

Bierbaum
German Weizen – Prata
German Lager – Bronze
Dark Lager – Bronze

Ambev
American Lager – Bronze – Antarctica
American Lager – Prata – Bohemia
American Lager – Ouro – Brahma

Backer
American Amber/Red Ale – Prata
Brown Ale – Ouro

Wensky
American IPA – Bronze
Old/Strong/Scotch – Ouro

Bierland
Pale Ale – Prata
Imperial Stout – Bronze

Colorado
Imperial Stout – Prata
Other Styles – Ouro

Dado
Irish Red – Bronze
Fruit/Herb/Spice – Ouro

Karavelle
English Pale Ale – Bronze
American lager – Menção para Karavelle

Invicta
Imperial IPA – Bronze
Other Styles – Prata

Bamberg
German Lager – Prata
Other German Lager – Prata

Província
German Weizen – Bronze

Krug
Imperial IPA – Menção para Krug

Bier Hoff
German Lager – Ouro

Wals
Belgian Abbey/Blond – Bronze

Dama
Other German Lager – Bronze

Fontes das listas: All Beers e Brejas

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

Google+

Twitter

Facebook

Foursquare

YouTube

nv-author-image

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas. Leia mais sobre ele aqui e conheça oClube BarDoCelso.com aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *