Cervejas para curtir no mês da Oktoberfest

[Texto produzido para o Portal Festas].

Quando o assunto é cerveja, em outubro o tema é um só: Oktoberfest! A maior festa cervejeira do mundo acontece do fim de setembro ao começo de outubro no Campo de Teresa em Munique, cidade considerada capital da Baviera, região sul da Alemanha.

Para se ter ideia do tamanho, em 2014 o evento reuniu mais de 6,3 milhões de pessoas que consumiram aproximadamente 6,4 milhões de litros de cerveja nos 16 dias do evento. Nada mal, não é?

A festa teria tido origem mesmo no século 15 a partir do hábito dos cidadãos bávaros de esvaziar os barris estocados no fim do verão. Na época, toda a cerveja era feita durante o inverno pois uma portaria proibia a fabricação na estação mais quente do ano. Em outubro, portanto, era preciso dar espaço para a nova temporada de fabricação. O resultado era festa!

Só mais tarde a Oktoberfest ganha nome, data e local fixos, como conhecemos hoje. Em 1810, o príncipe Ludwig casa com a princesa Teresa e todos os cidadãos de Munique são convidados para os cinco dias de festividade. A “Oktober”, portanto, é a comemoração de aniversário desse casamento, com diversas atrações, como gastronomia típica e até parque de diversões. Mas a maioria quer mesmo é beber boas cervejas.

Ao longo dos séculos, vários estilos de cerveja diferentes foram servidos durante a festa. Eles mudaram ao longo do tempo, mas ainda é possível encontrar rótulos nacionais e importados desses tipos tradicionais para serem degustados e fazer a festa dos “foliões”.

Bamberg Die WiesnBamberg Die Wiesn

Antigamente, em razão da tecnologia de fabricação, todas as cervejas eram escuras. Um desses estilos, mais encorpado, era chamado de Märzenbier, ou a cerveja de março. Eram feitos com mais malte e lúpulo, pois já era final de temporada de fabricação e os cervejeiros tinham que esvaziar o estoque para não perder a matéria-prima durante o verão – período de recesso das cervejarias.

Em 1879 esse estilo finalmente ganha a forma que tem hoje, de uma cerveja âmbar e com corpo médio, faz muito sucesso e vira padrão na Oktoberfest alemã. A Bamberg Die Wiesn é uma ótima representante nacional desse estilo de cerveja tradicional da festa, fabricada pela cervejaria Bamberg, de Votorantim (SP), com aromas maltados, lembrando caramelo e suaves notas de lúpulo floral.

Eisenbahn OktoberfestEisenbahn Oktoberfest

O estilo Märzenbier segue como padrão da Oktoberfest até a década de 1970, quando a popularidade da festa aumenta, atraindo turistas do mundo todo. O público pedia, então, por uma cerveja mais leve para ser degustada durante a comemoração. E os cervejeiros da região atenderam, abrandando a velha Märzenbier e criando uma cerveja mais clara, de cor dourada e suave.

A essa versão moderna foi dado o nome de Oktoberfest. Um ótimo exemplo nacional é a Eisenbahn Oktoberfest, cerveja sazonal lançada pela cervejaria da Blumenau (SC) anualmente nessa época do ano.

Paulaner Original Münchner HellPaulaner Original Münchner Hell

A água da região de Munique sempre favoreceu a fabricação de cervejas escuras, por ter muitos minerais. Após a criação da cerveja Pilsen, na década de 1840 na República Checa, os alemães desenvolveram a Munich Helles, a primeira cerveja clara da região. Maltada, porém leve, é agradável e refrescante, de cor dourada e com leves notas de lúpulo floral alemão.

É também um dos estilos mais consumidos na Oktoberfest, sendo bastante semelhante às cervejas do estilo Oktoberfest. A Paulaner Original Münchner Hell é uma indicação certeira para quem quer conhecer uma boa Munich Helles.

 

LUÍS CELSO JR.
Jornalista e Sommelier de Cervejas, especializado em jornalismo digital e mestre em estilos de cerveja. Foi o 3º colocado no 1º Campeonato Brasileiro de Sommelier de Cervejas em março de 2014 e é autor do blog BarDoCelso.com, sendo referência na bebida desde 2006. Atua como produtor de conteúdo especializado em cervejas e sommelier, realizando eventos e fazendo cartas de cerveja. É palestrante, professor e consultor nas duas áreas.

nv-author-image

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas. Leia mais sobre ele aqui e conheça oClube BarDoCelso.com aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *