Notícias

Crossroads celebra 18 anos e lança cerveja própria

O Crossroads, considerado o melhor bar de rock e de música ao vivo de Curitiba/PR, comemora 18 anos de atividades em 2015. Para celebrar sua maioridade, a casa lança uma cerveja própria em edição limitada: a Crossroads Rock’n Roll Session Rye Pale Ale.

Crossroads Rock'n Roll Session Rye Pale Ale - BarDoCelso.com, DUM Cervejaria e BastardsAromática, leve e refrescante, mas sem perder a rebeldia do amargor, a Rock’n Roll foi pensada em parceria para refletir a personalidade do bar Crossroads. Sob consultoria do blog BarDoCelso.com, a receita foi idealizada e assinada pelos renomados cervejeiros da DUM Cervejaria, entre eles Murilo Foltran, com produção e know-how da Cervejaria Bastards.

“A Rock’n Roll foi pensada em cada detalhe, desde a vontade de se fazer uma cerveja comemorativa, até a definição de estilo, a primeira brasagem, ainda na panela, até sua produção em escala industrial”, afirma Alessandro Reis, proprietário do Crossroads.

Crossroads Rock'n Roll Session Rye Pale Ale - BarDoCelso.com, DUM Cervejaria e BastardsApós uma pesquisa que levou em consideração o bar, seu ambiente e o público frequentador, chegou-se a um estilo inovador e único: a cerveja do Crossroads é uma Session Pale Ale com centeio. Ou seja, além dos ingredientes bases da cerveja –água, malte, lúpulo e levedura – a Session Rye Pale Ale traz centeio em sua fórmula, o que dá picância ao conjunto. Já o nome “Session” remete a uma categoria de cervejas com baixo teor alcoólico (até no máximo 5% ABV) e que, normalmente, também têm características suavizadas, como corpo e amargor, em relação aos estilos de cerveja de qual derivam.

“Depois de alguns encontros com os envolvidos no projeto, chegamos à definição do estilo: Session Rye Pale Ale. Uma versão suavizada de uma American IPA, com menos amargor, corpo e teor alcoólico, mas conservando todo o aroma dos lúpulos frutados e cítricos americanos. Além disso, ela leva uma boa parte de centeio, que lhe confere certa picância e textura sem igual. Tudo isso resultou num produto extremamente aromático, que lembra frutas cítricas e maracujá, com toques leves de malte e centeio, que dá a leveza, refrescância e tornando-se um ótimo drinkability. Ficamos muito felizes com o resultado”, diz Murilo Foltran, da DUM Cervejaria.

Crossroads Rock'n Roll Session Rye Pale Ale - BarDoCelso.com, DUM Cervejaria e BastardsFrancisco Seegmueller, sócio da Cervejaria Bastards, revela que esse “toque de maracujá” da Rock’n Roll Session Pale Ale está relacionado ao tipo de lúpulo utilizado na receita. “A cerveja foi feita com apenas um tipo de lúpulo (técnica chamada de single hop), o Simcoe. De origem americana, é bastante frutado e cítrico, lembrando principalmente maracujá. Ele foi utilizado tanto para dar amargor quanto para dar aroma à bebida. Para chegar no resultado desejado, a cerveja passou também pelo processo de dry-hopping, que é a inserção de lúpulo no final do processo de produção, durante a maturação da cerveja, para adicionar ainda mais notas aromáticas”, explica.

crosrroads-cerveja-session-3Além do gosto marcante, a Rock’n Roll também é visualmente impactante. O design da garrafa traz, no gargalo, a icônica logo do bar aniversariante. Já o rótulo abusa das cores preta e amarela em sua composição e apresenta lettering que remete ao estilo musical referência do Crossroads, além de grafismos que representam o malte de cevada, principal ingrediente da cerveja.

“Uma parceria de sucesso foi estabelecida desde o início do projeto, que culminou em uma cerveja que tem tudo a ver com o estilo musical no qual o Cross é especialista, o rock’n roll”, Luis Celso Jr., sommelier de cervejas do BarDoCelso.com.

A Crossroads Rock’n Roll Session Rye Pale Ale tem produção limitada, e estará disponível no Crossroads até esgotarem os estoques.

Sobre o Crossroads

Um dos bares de rock mais tradicionais e badalados de Curitiba/PR, o Crossroads, localizado no coração do bairro Água Verde, recebeu o prêmio da Revista Veja Curitiba em 2014 e 2010, como melhor música ao vivo da cidade. Assim como no ano de 2008, a casa foi a mais votada pelo júri convidado pela publicação, com quatro indicações. Inaugurado em 1997, o bar recebe semanalmente bandas que têm em seu repertório o rock’n’roll como base. Mas outros ritmos, como o blues, também agitam as noites do bar.

Com 18 anos de existência, o Crossroads recebe semanalmente as bandas de rock mais tradicionais da cidade e, por ele já passaram Guy King, Blues Etílicos, Celso Blues Boy e outros artistas de renome nacional e internacional. Com dois bares, um em cada pavimento, a casa tem capacidade para atender 500 pessoas. O horário de funcionamento é de terça a sábado, a partir das 21 horas.

[Informações da assessoria de imprensa]

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

Leave a Reply