Documentário conta a história da cervejaria mais antiga do país

Reprodução

Para mim, se há uma coisa tão boa quanto cerveja é o cinema. Então por que não juntar as coisas e fazer filmes sobre cerveja? Já pensei nisso e me arrisquei aqui no jornal fazendo vídeos das cervejarias que visitei na reportagem sobre a Rota da Cerveja, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina. Mas há gente pensando mais alto.

É o caso do pessoal da produtora Exato Segundo, também de terras catarinenses, que está fazendo o curta-metragem Cerveja Falada. Ele tem como personagem principal o mestre Rupprecht Loeffler, que há décadas toca a Cervejaria Canoinhense, localizada em Canoinhas (SC). Fundada em 1908, acredita-se que ela é a mais antiga em funcionamento no país.

Segundo a notícia que vi lá no Brejas — site que consulto sempre e é hoje referência no país quando o assunto é cerveja — o filme tem a pré-estreia prevista para dia 27 de outubro no Paradigma Cine Arte, em Florianópolis.

A cerveja e o cinema merecem obras como essa. Quem sabe não é a primeira de muitas? Afinal, como sempre digo, boemia também é cultura.

Confira o trailer abaixo:

Acompanhe o Bar do Celso

– Twitter: http://twitter.com/bardocelso

– Facebook: http://www.facebook.com/bardocelso

– YouTube: http://www.youtube.com/bardocelso

– Orkut: Comunidade eu frequento o Bar do Celso

Gostou do post? Então compartilhe com seus amigos – Bookmark and Share

nv-author-image

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas. Leia mais sobre ele aqui e conheça oClube BarDoCelso.com aqui.

2 comentários em “Documentário conta a história da cervejaria mais antiga do país”

  1. Seu blog continua ótimo. Parabéns pelo trabalho na Gazeta do Povo. Estou preparando um post sobre o mesmo assunto para o Bares e Futilidades. Abraços Eduardo

  2. Eduardo, que bom reencontrá-lo por essas bandas da internet. Hehehe. Agradeço o elogio e faço o mesmo sobre o Bares e Futilidades, que está sempre na melhor forma boêmia. Hehehe. Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *