Notícias

É cara, resta saber se é boa

A Carlsberg lançou esta semana cerveja que está sendo chamada de “a mais cara do mundo”. Cada garrafa sai por módicos US$ 398 – algo em torno de R$ 700. Fora alguns restaurante na Dinamarca, a “bebida de ouro” somente pode ser adquirida pela internet. No entanto, não achei a dita cuja no site da Carlsberg.

Segundo informações do G1, a bebida é produzida em um galpão iluminado de forma indireta dentro de uma antiga adega na capital dinamarquesa, Copenhagen.

Tudo bem, mais isso não diz nada se ela é boa ou não. Apenas que gosta de escuro e é “fresca”. Que é cara, nós já entendemos. Mas se eu quero mesmo saber se é gostosa. Se alguém experimentar, me conte. Não pago tudo isso por uma experiência duvidosa – na verdade, nem por uma mais certeira. Ser jornalista tem dessas coisas.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

Leave a Reply