0
Papo de Bar

Uma dose de arte e boemia a gosto

Obviamente, o Festival (de Teatro) de Curitiba vai dar uma sacudida na séria capital paranaense. Um evento desse porte tem o poder de impactar uma cidade inteira. E, também obviamente, a vida noturna também é beneficiada por esse ar de festival. Os bares, além de receberem muito mais clientes entre 20 e 30 de março, quando acontece o evento, também serão palco de diversas peças de teatro e outras artes.

Entre os bares que terão atrações incluídas no festival estão o Alice Bar, Bar Madrid, Bar Santa Marta, Cat´s Club e Era Só O Que Faltava. A maior parte são espetáculos de humor. A exceção fica por conta do Bar Madrid, que terá apresentações da peça “Tablao Flamenco” (saiba mais sobre as peças em lugares inusitados).

Outra boa opção quando se trata de misturar boemia e boas risadas é o “Risorama”, que este ano vai estar instalado na Sociedade Batel. O espaço é um bar cênico, mas as bebidas são de verdade. No festival passado, assisti ao espetáculo acompanhado de três loiras geladas. Acredite, por natureza engraçadas, ficam hilárias. O “Risorama” começa no dia 22 e vai até 25, sempre às 22h. Dependendo da procura, podem ocorrer apresentações extras, como em festivais anteriores.

Além dessas, outra interação entre as culturas (sim, boemia também é cultura) do boteco e das artes será na temática. Algumas peças trazem em sua construção momentos passados em bares, com bebidas e outras coisas mais. Sei, por exemplo, que a peça “Whisky, Cigarros e Ironia”, que agora se chama “Manual Prático da Mulher Desesperada” (preferia o título anterior) vai tocar no assunto. A montagem, baseada em contos Dorothy Parker, será apresentada de entre os dias 20 e 30 no Era Só O Que Faltava, sempre às 21h.

Já as outras peças, bem, são muitas para listar tudo aqui. Faça um busca no site do Festival de Curitiba e monte sua seleção. Eu estou fazendo a minha. Se tiver alguma sugestão interessante de interação entre as culturas (a do copo e do palco e/ou artes), deixe nos comentários. Outras pessoas podem se beneficiar dela, inclusive eu. Vamos montar um festival boêmio.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

Leave a Reply