Home » Festival Brasileiro da Cerveja » Festival Brasileiro da Cerveja: o mapa das novidades

Festival Brasileiro da Cerveja: o mapa das novidades

Olá, pessoal! Entre a próxima quarta-feira (11) e sábado (14) acontece aquele que é considerado o maior evento de cervejas do país, o Festival Brasileiro da Cerveja. Vários blogs, sites e demais veículos de comunicação fazem posts e mais posts, matérias e mais matérias sobre essa grande feira e suas atrações. Nós, da mídia de cerveja, focamos principalmente em novidades, que são lançadas aos montes por lá. Mas esse ano a nossa equipe queria fazer algo diferente. Algo útil e direto ao ponto para vocês, queridos leitores. Foi assim que surgiu o mapa das novidades.

Cruzamos com o mapa numerado da feira todos os lançamentos que recebemos por e-mail e que foram publicados por fontes confiáveis – como o blog do colega Raphael, o All Beers, e o Manual do Homem Modernno. Nesse post, portanto, vocês tem o guia mais útil e resumido possível para quem é cervejeiro. Aqui vocês ficam sabendo quais são e onde estão as novidades do evento. Basta olhar o número no mapa e procurar na lista abaixo, como em uma legenda. Ou seja, tudo o que mais interessa.

Nossa ideia é que o mapa das novidades seja algo para ser usado. Sugiro que coloquem esse post nos favoritos e usem no celular para se localizarem lá dentro do Festival Brasileiro da Cerveja e não deixar nenhuma estreia passar batida. Vocês também podem imprimir, usar no tablet ou para planejar antecipadamente o que vão querer conferir.

Aviso 1: esse material não está pronto de saída. Nem era essa a intenção. Ele será atualizado constantemente até o fim do Festival Brasileiro da Cerveja. Portanto, se não colocamos alguma novidade, avise nos comentários que vamos procurar incluir a informação o quanto antes. Isso também vale para os expositores que quiserem divulgar seus lançamentos. Assim, todos juntos, construiremos um material ainda melhor. E, claro, amigos leitores, voltem sempre para ver as alterações no mapa das novidades.

Aviso 2: as cervejas acabam, gente. E as novidades são sempre as mais procuradas. Não temos como ter controle do que vai acabar ou não. Então, nossa dica, chegue nos primeiros dias do Festival Brasileiro da Cerveja e cedo para não ficar sem.

Por fim, pedimos que compartilhem esse post com os amigos, nas redes sociais e publiquem em seus sites e blogs, afinal é um serviço de utilidade pública cervejeira! Agradecemos e muito o apoio! ;)

Sem mais delongas, confiram o mapa das novidades do Festival Brasileiro da Cerveja (para ampliar, clique na imagem):

Festival Brasileiro da Cerveja: o mapa das novidades

 

1. Way Beer
– Way Cider IPA que leva 45% de maçã e 55% malte em sua receita e tem 6,7% de teor alcoólico.
– Way Saque IPA: Leva na receita 45% de arroz, levedura de saque, single Hop do lúpulo Sorachi Ace e tem 6,5% de teor alcoólico.
– Way Wood Blended Beer, se resume em um blend de cervejas que estão maturando no barril.

2. Weird Barrel Brewing Co.

– Weird Barrel Bad Luck, uma fruit beer com frutas vermelhas.

3. Sud Birrificio Artigianale

4. The Liffey Brew Pub

5. Merces Beer

6. Júpiter

– Júpiter Hop Saison

7. Cervejaria Suméria

8. On Trade

9. Container Britsh Beer

10. Cervejaria Urbana

– A Urbana Fio Terra, uma Orange IPA de 6% de teor alcoólico. Um cerveja sazonal que foi produzida na cervejaria Blondine.

11. Saint Bier

12. H.Martin Arte em Copos

13. Cervejaria Landel

– Session IPA na versão em garrafa (sem pasteurização)

14. Cervejaria Karsten

15. Mec Bier Equipamentos

16. Cerveja Coruja

17. Cerveja Insana

18. Cervjearia Belgard

19. Cervejaria Heilige

20. Beer Maniacs

– A Brooklyn 1/2 Ale é uma saison seca, lupulada, cítrica e deliciosa, com apenas 3,4% de álcool e não filtrada.

21. Cervejaria Faixa Preta

22. 3 Mestres

23. Fagga | GL events Exhibitions

24. Revista da Cerveja

– Lançamento da revista nº 15 (Destaque da capa: a arte da culinária japonesa)

25. WE Consultoria

26. Rasen Bier

27. Brotas Beer

28. Asgard

29. Cervejaria Invicta

– Lançamento da nova identidade visual.

– A Invicta Transatlântica é uma Sour com 6% de teor alcoólico e tem entre seus ingredientes a cajá-manga, uma fruta brasileira bem popular na região nordeste.

30. Stuttgart Artigos Finos

31. Lagom Cervejaria

– Lagom Vienna Lager – 5,5% ABV

– Lagom Suor de Dragão, uma IPA que combina ingredientes ingleses (100% lúpulo Admiral, levedura Burton Ale, água como a de Burton) e técnicas de lupulagem americana – late e continuous hopping. 7,5% ABV.

– Lagom Black Forest, uma Imperial Stout com 8% ABV que foi maturada com cerejas frescas (incluindo o caroço).

– Lagom Amorosa, uma APA com amoras.

– Lagom Leif, uma Imperial IPA com 9,5% ABV

– Lagom Framboise, com 9% ABV

– Lagom Drie, uma Belgian Pale Ale

32. Chopp Germânia

33. Cervejaria Seasons

– Uma prévia da Seasons Dubbel Dragon será apresentada em primeira mão no festival, uma Dubbel que será oficialmente lançada no inverno deste ano.

– A Seasons BasiliCow é uma receita de witbier com muito manjericão.

34. Cervejaria Dortmund

– Schloss Lemon, onde no lugar da tradicional receita com casca de laranja, foi adicionado limão siciliano, para garantir aroma mais cítrico, refrescante e seco.

– Nostradamus Stout ganhou uma versão envelhecida em barril de carvalho europeu. Com aroma de café e 5,5% de teor alcoólico.

– Dortmund Hopfen, uma Imperial German IPA é feita com os maltes alemães especiais da Global Malz® e Weyermann®, o que dá à cerveja potentes 8,5% de álcool.

35. ArteBrew – Cerveja Artesanal

36. Sauber

– Imperatriz, uma Vienna Lager com alma nobre.

– Dona Cidra , uma Weizenbier na qual foi adicionada um fermentado de laranja na 2º fermentação, o que lhe conferiu refrescância com um gostinho de sidra.

– Black Ipa , uma cerveja escura com destaque dos maltes tostados e uma maior quantidade de lúpulo.

– Session Pilsen, cerveja clara e leve, perfeita para o nosso verão.

37. Eisenbahn

– Belgian Blond Ale e o dono da receita é o cervejeiro caseiro Anderson Faller, que foi o vencedor do Concurso Mestre Cervejeiro 2014.

38. Baden Baden

39. Taberna do Vale – Cervejaria e Escola

40. Lake Side Beer

41. Ogre Beer

– Django Cigano: Uma Belgian IPA com 5 adições de lúpulo – uma antes da ferverua (first wort hopping), 3 adicoes durante a fervura e a última após a fermentação (dry hopping). Tem 7.3% ABV e 76 IBU.

42. Cervejaria Providência

43. Cerveja Palta

– Palta Smoked India é elaborada com maltes tostados e defumados, além de ter o toque especial do envelhecimento com madeiras nobres.

44. Bierbaum

45. Sambaqui

46. Berghain Cervejaria

47. Cervejaria Jester

48. Cervejaria Itajahy

49. Handwerk Cervejaria

50. Bodebrown

– Cupulate Porter é uma cerveja escura com adição do Cupulate da Amazônia, chocolate feito com a semente do Cupuaçu ao invés do tradicional Cacau.

– Bodebrown/ Providência Session IPA – Cerveja Colaborativa entre Bodebrown e Providência. Uma cerveja leve, seca e um de buquê de lúpulos cítricos, bem perfumada.

– Bodebrown Grodziskie Gratz Polska – Cerveja leve de estilo histórico polonês feita com malte de trigo defumado no carvalho. Feita em homenagem a segunda maior população polonesa fora da Polônia (Curitiba).

– Bodebrown Blend of Ales – Cerveja feita do blend de 3 Ales de muito sucesso da Bodebrown: Wee Heavy, Montfort Rye IPA Draft e Atomga Imperial Stout wood aged.

– Bodebrown Burton Pale Ale – cerveja feita em homenagem as pale ales de Burton on Trent, após algumas viagens e estudos sobre a cultura das Real Ales, resolvemos fazer uma Burton Pale Ale, cerveja de cor pálida com single malte de Maris Otter.

– Bodebrown Hop Weiss Sorachi Ace – Cerveja de trigo clara com dry hopping e nessa edição levou o lúpulo japonês na receita.

– Bodebrown Saint Arnould 6 – a primeira da série, cerveja de Abadia que leva especiarias.

– Bodebrown/ Das Bier Schokoladen Roggen Bock – cerveja colaborativa entre Bodebrown e Das Bier feita com malte de centeio e cacau nibs.

– Bodebrown Atomga Cherry Wood Aged – Imperial stout envelhecida em barris de carvalho com adição de cerejas frescas do Chile.

– Bodebrown Double Perigosa Wood Aged 2014 (Cabernet Sauvignon Barrel)

– BodeBrown Wee Heavy Wood Aged 2014 (Amburana Barrel)

– BodeBrown Wee Heavy Wood Aged 2014 (American Oak – Red Wine Barrel)

– Bodebrown Tripel Montfort Wood Aged 2014 (Cabernet Sauvignon Barrel)

– Bodebrown Tripel Montfort Wood Aged 2014 (Chardonnay Barrel)

– Adnams Mosaic Pale Ale – chope importado da cervejaria inglesa Adnams, com 4,1% ABV e single hop do lúpulo Mosaic.

51. Karavelle

– Summer Wit Lemon & Pepper – Witbier desenvolvida com o chef Igor Furlan. Leva limão kaffir, manjericão tailandês e pimenta sichuan. Tem 5% de teor alcoólico e 15 IBU.

52. Zehnbier

53. Cervejaria do Farol

54. Amazon Beer

– Cupulate Porter é uma cerveja escura com adição do Cupulate da Amazônia, chocolate feito com a semente do Cupuaçu ao invés do tradicional Cacau.

55. Babel Cervejaria

56. Irmãos Ferraro

– Brazillian Imperial Ferrariana, uma Imperial Stout com 11% de teor alcoólico, com amargor inglês e leve cítrico.

– Vipper’s Venum, uma Belgian Blond produzido exclusivamente para o Mulligan Irish Pub

– CaturrIPA, uma American IPA que leva um blend de 5 lúpulos norte-americanos (Amarillo, Mosaic, Citra, Columbus e Bravo), tanto na produção como no dry hopping.

– Clementina APA, uma American Pale Ale bem cítrica, carregada de lúpulo mosaic no dry-hopping.

57. Cervejaria Backer

– Backer Tommy Gun – Double IPA com 8,4% de teor alcoólico, bem ao estilo californiano de cervejas artesanais.

– Backer Diabolique – Uma American India Pale Ale com 7,5% de teor alcoólico e 52 IBU’s.

– Backer Corleone – Uma Imperial Red Ale com 7,7% de teor alcoólico e 62 IBU’s.

58. Cervejaria Maniba

– Maniba Black Metal IPA Barrel Aged: uma Black IPA envelhecida em barril de Bourbon.

– Maniba Porco Preto Lager (India Black Lager)

– Maniba Robust Vulgar Porter

– Maniba Fuzzy Russian Imperial Stout (Whisky Barrel)

– Maniba Oatmeal Stout

59. Horst & Biermann

60. Science of Beer Institute

61. Cervejaria Urwald

62. Cervejaria Küd

63. Greifenbier

64. Cervejaria Blondine

– Blondine Blond Ale

– Blondine Witbier Acerola

– Blondine Horny Pig Session IPA

– Blondine Piña Colada

65. Cervejaria Mistura Clássica

– Versão 500ml dacerveja Porreta IPA Cacau

66. Morada Cia Etílica

– Roggen Kölsch (5% ABV e 26 IBU): Kölsch com Centeio feita em colaboração com a Das Bier. Cerveja lançada exclusivamente para o clube Have a Nice Beer.

– Liquid Rio (Com 4% ABV e 6 IBU): Farmhouse Berliner Weiss com Pêssego feita com colaboração da Stillwater. Cerveja lançada exclusivamente para o clube Have a Nice Beer.

– Berliner Rye Cupuaçu – Berliner Rye com Cupuaçu (5% abv / 8 IBU): Variação de Berliner Weiss feita com centeio e polpa de cupuaçu.

– Sorachi Gose – American Oatmeal Gose (5,1% abv / 9 IBU): Inspirada no clássico c* de burro, leva raspas de limão e dry hopping de Sorachi Ace.

– Nitro Brown Saison – Brown Saison (5% abv / 18 IBU): Saison escura com maltes caramelizados e leve toque de morango, servida no nitrogênio.

– Gasoline Sour – Flanders Red Ale (6,7% abv / 30 IBU): Gasoline Soul envelhecida em barris de vinho do porto.

– Amburana Farmhouse – Wood Aged Farmhouse (7,1% abv / 20 IBU): Saison envelhecida em barris de Amburana – Colab. Stillwater

– Xocolatl – Metheglin (13,8% abv): Hidromel ritual Asteca, com Nibs de Cacau da Bahia, pimentas defumadas mexicanas, canela da China e baunilha de Madagascar. Colaboração com a AMMA Chocolates.

– Surpresa! Café Hop Arabica: Café Fazenda Sertão de Carmo de Minas/MG coado, exatamente o mesmo que vai na Hop Arabica.

67. 68. 69. Cervejaria GaudenBier; DUM Cervejaria; Cervejaria F#%*ing Beer; Cervejaria Tormenta; e Pagan

– Petroleum maturada em barrica de Amburana.

– Petroleum maturadas em barrica de Castanheira do Pará.

– Petroleum maturadas em barrica de Carvalho Francês, cada uma com um tipo específico de tosta.

– Há também o lançamento de um doce, criado em dobradinha pela Gelataio: trata-se do merengue de Petroleum, com recheio de claras em neve batidas com Petroleum e cobertura de chocolate belga.

– Tormenta Wit Bear, uma witbier clássica que leva na receita trigo não maltado, cascas de laranja frescas e coentro. Com 15 de IBU e 5% de teor alcoólico.

– Em parceria com a Gelataio, a Cervejaria Tormenta vai disponibilizar sorvete do seu rótulo Hoppy Night.

70. ACervA Catarinense

71. Bastards Brewery

– Bastards Mark The Shadow – Stout

72. Penedon Brew Pub

– Penedon Casa de Pedra, uma Strong Ale envelhecida em barril de carvalho usado em whisky escocês

– Penedon Agulha Negra – Stout

– Penedon Bauréti Smoked Lager, uma Lager defumada.

73. Effect Glass Studio

74. Gel Chopp

75. Cervejaria Hunsruck

76. Meara

77. Cristaleria Ruvolo

78. Imigração

79. Cervejaria Cozalinda

– Cozalinda Pilsen. Uma American Amber Lager com 4,6% ABV e 24 IBU.

– Curió Witbier. Uma Belgian Witbier com 4,2% ABV e 9 IBU.

80. Cervejaria Nacional

81. The Beer Planet

– O The Beer Planet expõe a marca fisicamente no Festival Brasileira da Cerveja pela primeira vez e também estreia em um evento no sul do país.

82. Barco

– Nova identidade visual.

– Cerveja Folk, ganhadora do 4º Beermatch, uma Double Amber Ale com extrato de beterraba, 7,2% ABV e single hop CTZ. .

83. Master Print Impressos S/A – Induscom

84. Cervejaria Tupiniquim

– Tirana Sour Ale, uma sour ale que leva brett e levedura de champagne. Segundo a cervejaria, já são seis meses de trabalho em cima dela.

– A segunda novidade são alguns rótulos já conhecidos da Tupiniquim que estarão em barris de Cachaça e Whisky.

– A terceira novidade é a inclusão de estilos belgas clássicos no portfólio da cervejaria, como uma dubbel e uma tripel, que serão apresentadas pela primeira vez em Blumenau.

85. Cervejaria Dom Haus

86. Baldhead Craft Beers

87. Cerveja Província

88. Cevada Pura

– American IPA feita em parceria com a Cigar City

– Brown Ale com adição de café e cacau feita em parceria com a Cigar City

– Cevada Pura Oatmeal Stout.

89. Cervejaria Königs Bier

90. Bier Hoff

– Bier Hoff Cocada Preta, uma porter com 5,9% de teor alcoólico e com adição de coco queimado e cacau.

– Bier Hoff Apache, uma American Pale Ale com 5.2% de teor alcoólico e sete variedades de lúpulo.

– Bier Hoff American Wheat não filtrada, com 4,7% de teor alcoólico e seis variedades de lúpulo.

91. Arbor Brasil

92. 2cabeças

93. Cervejaria Bamberg

– Weizenbock Helles maturada por 5 anos em carvalho

– Sepultura Ale

– Sazonal Franconian Rhapsody com modificações na receita

– Sazonal Thunderstruck com modificação na receita

94. Cervejaria Colorado

– Colorado Carambreja (Saison de carambola e manjericão)

– Colorado Ybá-ia (Saison com uvaia)

– Colorado Marguerite (Saison)

95. Schornstein

– Edição limitada da Prosa, cerveja do estilo Robust Porter com teor alcoólico de 6,5% ABV

– Versão em garrafa da Witbier

– A cerveja estilo Bock da Schornstein vai se transformar em sorvete numa parceria feita com a Gelataio, de Curitiba.

96. Basement Cervejas Especiais

97. Cervejaria Wäls

– Wäls Session Hiratake, uma Session IPA com cogumelos Hiratake Salmão e lúpulos Jarrylo e Ella.

– Wäls Saison d’Alliance com leveduras da cerveja Leffe, salvia, gengibre, hortelã e lúpulos amarillo e cascade.

– Wäls Trippel fermentada com manga e acerola do jardim da cervejaria.

– Wäls Petroleum maturada por 6 meses em barrica de carvalho francês de cachaça Salinas e com cacau da República Dominicana.

– Wäls Quadruppel maturada por 6 meses em carvalho Francês de cachaça Salinas.

98. Das Bier Cervejaria

– Chopp Schokoladen Roggen Bock – Uma larger de maior teor alcoólico e que possui um toque de cacau, centeio e maltes achocolatados.

99. Dama Bier

– Uma West Coast Rye IPA de amargor intenso feita de forma colaborativa com a Cervejaria Tupiniquim.

– Dama Y’Iara, uma Imperial Pilsner feita em parceria com a Cervejaria Nacional.

– Dama Reserva 05, cerveja comemorativa dos 5 anos da cervejaria. A base é uma Strong Dark Ale que foi maturada em diferentes barris de carvalho francês e de umburana.

100. Wensky Beer

– Wensky Malina, fruit beer com framboesas. A cervejaria também leva todos os seus estilos, serão 10 torneiras ao total.

101. Abadessa

– Abadessa/Seasons German IPA – 6,7% ABV. Desenvolvida em parceria com a a cervejaria gaúcha Seasons, com os lúpulos Mandarina Bavária e Hull Melon no dry hopping.

– Abadessa Sticke Alt – 6,5% ABV .Desenvolvida pelo mestre cervejeiro alemão e sommelier campeão mundial, Oliver Wesseloh, essa Altbier usa o lúpulo Spaltene Mittelfruh.

– Abadessa Hopfenweizen – 6,2%. Novidade na Feira Drinktec 2011 em Munique e que agora foi aprimorada com lúpulos alemães. Teve dry hopping com o lúpulo Mandarina Bavária.

102. Cervejaria Burgman

– Rabo de Arraia – Uma frutada e lupulada Belgian IPA com com 7,5% de teor alcóolico e 60 IBU. Leva lúpulos Sorachi Ace e Falconer’s Flight.

– Versões long neck das cervejas Ipa Hop, Cosmonauta e Casanova.

103. Cervejaria Borck

104. Stannis Pub

– Stannis Red Sönja – Irish Red Ale

– Stannis Gold Amélia – Belgian Golden Strong Ale

– Stannis Brigit Ale – APA

– Stannis White Renate – Weizenbier

– Stannis Dear Paula – IPA

105. Cervejaria Walfänger

106. Bier & Wein Importadora de Cervejas Especiais

107. Cervejaria Bierland

– Manobier, uma Strong Scotch Ale, conhecida também como Wee Heavy, baseada em receita vencedora do Concurso Cervejeiro Caseiro Bierland 2014.

– Bierland Strong Golden Ale, que passa por um tempo extra de maturação e refermentação na garrafa.

108. Wunder

109. Kiezem Ruw

110. Krug Bier

111. Empório Submarino

112. Bohemia

113. Klein

114. Cervejaria Hoffen

– Hoffen Zeus, uma American IPA

– Hoffen Groll, uma Bohemian Pilsner

– Hoffen Fenrir, uma Smoked Rye IPA com 6,8% ABV

115. Cervejaria Jokers

– Blondelicious – Uma Belgian Blond Ale produzida com lúpulos Styrian Goldings, Premiant e Saaz, que conferem um amargor discreto de 26 IBU. O teor alcoólico é de 7,1%

116. E-GET

117. ItBeer Artigos

118. Beertone

119. Noi Cerveja Artesanal

– Noi Cioccolato Wood Aged – Imperial Russian Stout maturada, com 12% ABV.

120. Escola de Cerveja e Malte

– Oito palestras estão na programação do Festival Brasileiro da Cerveja e são oferecidas com o apoio da Escola de Cerveja e Malte. Confira a programação no site oficial e faça as inscrições no site da Instituição (até 8 de março).

About Luís Celso Jr.

É jornalista, sommelier, juiz e consultor de cervejas. Fundou o BarDoCelso.com em 2006 e desde então se especializou cada vez mais, sendo hoje um dos principais e mais experientes profissionais do Brasil. Ficou em 3º lugar no 1º Campeonato Brasileiro de Sommelier de Cerveja, em 2014, e 6º nas duas edições seguintes. Foi um dos representantes do Brasil na 4ª edição do Campeonato Mundial de Sommeliers em 2015. Saiba mais sobre os serviços do BarDoCelso.com ou sobre o Celso .

Check Also

Premiadas Concurso Brasileiro da Cerveja 2018

Aconteceu ontem(06)  em Blumenau a premição do Concurso Brasileiro da Cerveja, que entregou um total …

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE