Artigos

Harmonização de rock com cerveja para celebrar o Dia Mundial do Rock

By 14/07/2016abril 18th, 2020No Comments

Na semana do Dia Mundial do Rock resolvemos trazer um pouco música para o BarDoCelso.com. Mesmo sendo uma data polêmica, pois apesar do “mundial” ela é celebrada somente no Brasil, nós resolvemos celebrar os seus 31 anos de existência com uma lista de canções harmonizadas com rótulos de cervejas. Sem nenhuma pretensão escolhemos alguns marcos do estilo, nacionais e internacionais, e sugerimos uma cerveja que faria uma bela combinação.

Confira abaixo harmonização de rock com cerveja que o BarDoCelso.com sugere para a semana do Dia Mundial do Rock:

Jhonny B Good – Chuck Berry

Não tem como falar em Dia Mundial do Rock sem falar de um dos pioneiros do estilo, Chuck Berry. Apesar do rock n roll não possuir um único criador, já que surgiu da mistura do jump blues e R&B, Chuck Berry é considerado por muitos quem fez o rock funcionar. A música, Jhonny B Good é dona de umas das introduções mais famosas do mundo e provavelmente a grande maioria dos fãs a reconhece nos primeiros acordes.

Para harmonizar esse rock com cerveja escolhemos um exemplar que muitos também reconhecem ao primeiro gole, a Rodenbach Grand Cru. Essa Flanders Red Ale também é fruto de uma mistura, já que é composta por 1/3 da cerveja fresca e 2/3 da cerveja envelhecida por 2 anos em barris de carvalho. O equilíbrio entre a acidez, amargor e o dulçor do malte é que faz essa cerveja ser um dos exemplares mais famosos dentro do seu estilo.

Rodenbach Grand Cru
Estilo: Flanders Red Ale
Teor Alc: 6,0%
Origem: Roeselare – Bélgica

Janis Joplin – Cry Baby

Aclamada como a “Rainha do Rock” na década de 60, fazendo um rock psicodélico, Janis Joplin foi uma das mulheres pioneiras dentro do estilo. Dona de uma voz única, cantando de um jeito rasgado grandes composições, Janis atingiu um sucesso estrondoso em um carreira tão curta. Cry Baby é uma das músicas que foi imortalizada pela sua voz poderosa , e nessa versão ao vivo gravada no ano de sua morte, é possível sentir um pouco da potência que eram seus shows.

Quem entra para harmonizar aqui é uma cerveja lançada a pouco tempo da Perro Libre, a Sorachi Berliner. Um estilo inconfundível, o Berliner Weiss, é reproduzido aqui com cascas de limão siciliano e adição de outro ingrediente muito marcante: o lúpulo Sorachi. Acidez aqui também chega rasgando no paladar combinada com o aroma e a refrescância do lúpulo Sorachi. Esse rótulo faz parte da série de cervejas intitulada Sour and Wild, e combina bem com o rock and roll.

berliner

Perro Libre Sorachi Berliner
Estilo: Berliner Weiss
Teor Alc: 3,4%
Origem: Porto Alegre – RS

Jimmy Hendrix – Purple Haze

Considerado um dos revolucionários da cena para a época, Jimmy Hendrix mostrou ao mundo um novo jeito de tocar guitarra. Sua notoriedade, no entanto, só foi reconhecida depois de muito trabalho e quando mudou-se para Londres, a convite do produtor Chas Chandler. Com a banda The Jimi Hendrix Experience a fama veio rapidamente e sua música conquistou admiradores de peso, como Eric Clapton. Purple Haze é considerada uma das melhores canções do artista e também foi uma das primeiras a ser reconhecida internacionalmente.

A harmonização desse rock com cerveja também pede um exemplar que foi revolucionário e tem uma história de muito trabalho antes do sucesso. A Petroleum, da DUM Cervejaria, foi pioneira no estilo Imperial Stout de peso no Brasil. Premiada várias vezes como a melhor Imperial Stout do país, sua jornada foi longa até conquistar o paladar de muitos apreciadores. Seus 12% de teor alcoólico, sua cremosidade e corpo robusto, trazem para o copo o poder da combinação do chocolate belga, malte torrado, aveia e altas quantidades de lúpulo.

dumpetroleum

DUM Petroleum
Estilo: Coca Imperial Outmeal Stout
Teor Alc: 12%
Origem: Curitiba – PR

Queen – Bohemian Rapsody

Outra banda que é menção obrigatória quando falamos de Dia Mundial do Rock é o Queen. Responsáveis pela abertura do show Live Aid no estádio de Wembley, em Londres, com a música Bohemian Rapsody, é um grupo que conquistou gerações de fãs. Seu vocalista, Freddy Mercury, é reconhecido até hoje como um do melhores cantores da história do rock. A banda teve vários momentos ao longo da carreira, sofreu muitas críticas, mas os membros Brian May e Roger Taylor continuam produzindo mesmo depois da morte de Freddy.

A cerveja escolhida aqui para harmonizar o rock com cerveja é a que leva o nome da música do single mais vendido da banda, a Queen Bohemian Rapsody. Uma Bohemian Pilsner fabricada em Protivín, na Republica Tcheca, que possui uma tradição de mais de 400 anos na produção de cervejas. É um ótimo exemplar do estilo, uma Pilsner lupulada, com puro malte e refrescante.


Queen Bohemian Rapsody
Estilo: Bohemian Pilsner
Teor Alc: 4,7%
Origem: Republica Tcheca

Rita Lee – Todas as Mulheres do Mundo

A “Rainha do Rock Brasileiro” merece uma posição na lista do Dia Mundial do Rock pelos seus anos de carreira dedicados à música. Com início no grupo Mutantes, Rita Lee ganhou notoriedade dentro e fora do país. Conhecida por sua irreverência e ousadia, suas composições trazem consigo bastante crítica dentro dos mais diversos estilos. Em Todas as Mulheres do Mundo ela ousa ao satirizar o que as mulheres querem.

A sugestão de harmonização aqui é com uma cervejaria que também é reconhecida pela ousadia e posição crítica ao mercado, a escocesa BrewDog. O rótulo escolhido e a BrewDog Mixtape 8, uma cerveja que tem uma proposta bem complexa: uma tripel belga, uma India Pale Ale americana, ambas envelhecidas em barris de whisky escocês por dois anos separadamente e juntas no final.

Rock com cerveja Mixtape 8

BrewDog Mixtape 8
Estilo: Strong Ale
Teor Alc: 14,5%
Origem: Escócia

Velhas Virgens – Pão com cerveja

https://www.youtube.com/watch?v=1J4DzhvV_K0

O rock é um estilo que abre espaço para irreverencia. E quando o assunto é rock e cerveja no Dia Mundial do Rock, não tem como não lembrar da banda Velhas Virgens. Com letras escrachadas, e algumas vezes polêmicas, as composições fazem sucesso também pela alta qualidade musical. Com sua pegada rock/blues, ela conquistou os fãs no país com um trabalho que cresceu longe das rádios e da televisão. São 30 anos de carreira dedicados a música e também,recentemente, a cerveja. A canção Pão com Cerveja comenta de maneira bem humorada como a cerveja é importante, mesmo em tempos de grana curta.

Por isso a harmonização aqui não poderia ser outra, se não a própria Velhas Virgens Indie Man. Produzida pela cervejaria Invicta, de Ribeirão Preto, e com receita elaborada pelo baixista Tuca Paiva, essa English India Pale Ale surpreende pela qualidade e equilíbrio. O lúpulo é destaque, tanto no amargor, quanto no aroma. A sugestão de harmonização dela, segundo a própria banda, é com mais cerveja.

rock com cerveja velhas virgens indie man

Velhas Virgens Indie Man
Estilo: English India Pale Ale
Teor Alc: 6,5%
Origem: Ribeirão Preto – SP

Blindagem – Oração de um Suicída

O rock curitibano não podia faltar nessa comemoração do Dia Mundial do Rock, e nada mais representativo do que a banda Blindagem. Com quase 40 anos de estrada a banda nasceu no final dos anos 70 e ganhou notoriedade nacional na década de 80. O vocalista, Ivo Rodrigues, em parceria com Paulo Leminski, poeta curitibano, realizou composições que ficaram famosas, como a música Oração de um Suicída. Nessa versão, gravada em parceria com a Orquestra Sinfônica do Paraná, fez parte de apresentações chamadas Rock em Concerto, que uniram o rock com a música erudita.

Para harmonizar esse rock com cerveja escolhemos uma cerveja também curitibana, a Jacu do Mato, da Ogre Beer. O nome é uma expressão bastante utilizada pelos curitibanos para denominar pessoas tolas, ou que agem de maneira errada, fora do contexto. Uma Malt Liquor que leva bastante malte, melado de cana e pinhão. O lúpulo entra para equilibrar todo o dulçor e o álcool perceptível traz uma boa sensação de aquecimento.

rock com cerveja jacu do mato

Ogre Beer Jacu do Mato
Estilo: Euro Strong Lager/ Malt Liquor
Teor Alc: 8,7%
Origem: Curitiba – PR

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

Leave a Reply