Sem categoria

“Losers” na cabeça

Não é de hoje que cultivo o gosto por personagens fracassados. Aqueles “Losers”, com “L” maiúsculo bem grande na testa. Os mais clássicos são, claro, os de Woody Allen. Todos eles. Mas também há famílias inteiras como as dos filmes “Pequena Miss Sunshine” e “Os Excêntricos Tenenbaums”. Hoje descobri mais um para entrar na lista. Harvey Pekar, o “American Splendor”.

Vi o filme “Anti-herói Americano” (EUA, 2003) que, além de uma péssima tradução do título original, têm um roteiro ótimo sobre uma história muito boa. O filme, que mistura um pouco de documentário com ficção, retrata a vida de Harvey Pekar (Paul Giamatti), um arquivista de hospital e colecionador compulsivo. Após conhecer nada mais, nada menos, que Robert Crumb (James Urbaniak) e se deparar com a possibilidade do fim de sua vida vazia, decide escrever sobre seu cotidiano e fazer das HQs das histórias.

O que a princípio poderia parecer desinteressante, se torna um grande sucesso. Criada nos anos 70, a série de HQs “American Splendor” rende a Pekar sucesso, ainda que não dinheiro. Em grande parte pelo jeito do protagonista ser: melancólico, mal-humorado, ranzinza, depressivo e perdedor. No entanto, as coisas não melhoram, pelo menos na perspectiva de Pekar.

E, pelo jeito, não sou somente eu que gosto de anti-heróis. O longa recebeu indicação ao Oscar de Melhor Roteiro Adaptado, ao Bafta de Melhor Atriz Coadjuvante (Hope Davis), cinco indicações ao Independent Spirit Awards, ganhou o Grande Prêmio do Júri – Drama, no Sundance Film Festival e o Prêmio Fipresci na Mostra Un Certain Regard, do Festival de Cannes.

Bem, deve ser coisa da pós-modernidade. Fica a dica de um bom filme, nas locadoras.

Links interessantes:
* Site oficial americano do filme
* Site oficial brasileiro do filme
* Trailer
* Seqüência inicial (ótima)

 

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

One Comment

  • Salve Celso!
    Imagina rapaz… nem sei se te ajudei de fato! Depois que voltei pra casa fiquei pensando “puxa vida, será que não podia ter dado uma mãozinha a mais pro Celso??”.
    Enfim: espero que saiba que pode contar comigo quando precisar!
    E o Bar do Celso bombando como sempre, né? Essa dica de filme aliás é excelente. Li em algum lugar que ele foi escolhido por especialistas como a 1º (ou 2º, não me lembro ao certo) adaptação de HQ’s da história de cinema. Um feito e tanto para um filme que concorreu contra os milhões de dólares de publicidade das franquias dos heróis bem sucedidos como homem aranha, batman, x-men… Fiquei curioso pra ver.
    Ah sim: obrigado aos elogios dirigidos às minhas “croniquetas” cretinas. Fico contente que tenha gostado!
    Qualquer coisa, grite!
    Um abraço amigo!

Leave a Reply