Home » Notícias » Mondial de La Bière São Paulo estreia com muitas atrações e saldo positivo

Mondial de La Bière São Paulo estreia com muitas atrações e saldo positivo

A 1ª edição Mondial de La Bière São Paulo, que acontece até domingo (20) na capital paulista, está com

ótimas atrações para o cervejeiro e um saldo bastante positivo em geral. São mais de 70 cervejarias – 30 delas paulistanas – que ocupam 7 mil m² de área do São Paulo Expo, levando ao público mais de 600 rótulos, entre lançamentos e exclusividades.

Com ingressos esgotados para este sábado (19) já há mais de uma semana, também promete ser um sucesso de público – os números oficiais ainda não foram divulgados. Com isso, o Mondial tem tudo para se consolidar como um dos principais eventos também aqui em São Paulo.

Estive por lá e conferir algumas coisas bem legais que gostaria de compartilhar com vocês.

Eisenbahn convida cervejarias para seu estande

Chopeira do estande da Eisenbahn no Mondial de La Bière São Paulo com duas das seis torneiras exclusivas para Landel e Ogre BeerA Eisenbahn trouxe uma ação inédita esse ano para o Mondial de La Bière São Paulo. Dividiu suas torneiras e estande com duas outras cervejarias: Landel, de Campinas, que levou sua Session Ipa; e Ogre Beer, de Curitiba, com a sua Belgian IPA Django Cigano. Elas dividiram espaço com as Eisenbahn Weizenbier, Pale Ale, Pilsen e Dunkel.

O objetivo é fomentar o mercado cervejeiro. Mas não é a única ação da marca nesse sentido. Basta lembrar que foi a primeira cervejaria a ter um prêmio para cervejeiros caseiros, o Mestre Cervejeiro Eisenbahn, que existe há anos e em 2017 virou o reality show Eisenbahn Mestre Cervejeiro.

Os sócios da Cervejaria Landel, Samuel (esq.) e da Ogre Beer, Carlos, junto com Juliano Mendes, fundador da Eisenbahn e consultor da marca

Torcemos para que seja a primeira de muitas parcerias nesse sentido com convites para tantas outras microcervejarias bacanas que existem nesse Brasil.

Maioria paulista

Tive a impressão de encontrar muito conhecidos do Sul do país por lá, que também teve boas cervejarias participantes. Além de Eisenbahn (originária de Blumenau, em Santa Catarina) e Ogre Beer (Curitiba), tivemos também Maniacs Brewing e Way Beer(Curitiba), Seasons (Rio Grande do Sul) além de Coza Linda (Florianópolis), um dos grandes destaques do evento.

Mesmo assim, a grande participação foi de cervejarias paulistanas, com 30 das 70 cervejarias presentes. Esse mesmo efeito acontece no Rio de Janeiro durante o Mondial por lá, com a maior participação de cervejas locais.

Maniacs Brewing

Dessas cervejarias da terrinha, a que apresentou novidade foi a Maniacs, com sua série Rebellion. Cervejas em edição limitada muito interessantes. A Baltic Porter, por exemplo, é desse estilo tão pouco explorado no Brasil e foi maturada com espirais de carvalho embebidos em Bourbon. Já a Run, Sweetie é uma Belgian Dark Strong Ale com melado de cana e baunilha de Madagascar. A mais nova das três é a Moscow, uma Russian Imperial Stout também maturada com espirais de carvalho americano embebidos em Bourbon. É o primeiro aparecimento oficial em eventos das cervejas que devem ser oficialmente lançadas em São Paulo até o final do mês.

Coza Linda

Coza Linda foi destaque de cervejas complexas também nesse Mondial. Eu e o Carlos, sócio da Ogre Beer, provamos e aprovamos
Coza Linda foi destaque de cervejas complexas também nesse Mondial. Eu e o Carlos, sócio da Ogre Beer, provamos e aprovamos

Grande destaque do Festival Brasileiro da Cerveja esse ano em termos de cervejas complexas, a Coza Linda voltou a abalar as estruturas no Mondial de São Paulo. Com suas cervejas ácidas, foi a indicação certeira para quem queria algo avançado. Com uma Belgian Lambic e uma Sour em barril de Sasafraz, fez a alegria do cervejeiro na quinta-feira, primeiro dia do evento.

A grande atratividade aqui está em processos de acidificação posterior ou concomitantes com a fermentação alcoólica com diferentes tipos de microorganismos e muitas vezes em barril de madeira. Hoje a maioria das Sours são acidificadas em processos mais simples e seguros dentro de cervejarias, antes da fermentação alcoólica. O caminho escolhido pela Coza Linda é mais difícil, mas dá origem a cervejas mais complexas.

Ela está presente no estande da distribuidora Data Bier.

Fortes e alcoólicas

Baden Baden Red Ale maturada em Carvalho Francês, uma das muitas fortes e alcoólicas boas do Mondial
Baden Baden Red Ale maturada em Carvalho Francês, uma das muitas fortes e alcoólicas boas do Mondial

Uma das apostas das cervejarias para eventos está nas cervejas fortes e alcoólicas, muitas vezes maturadas em madeira e barril. O cervejeiro adora!

Entre as novidades, boas cervejas nesse sentido foram:

  • Dogma Morning Gringo: Uma Russian Imperial Stout com maple e café bastante agradável. Realmente algo que aproveitaria no café da manhã. Rs…
  • Antuérpia Kremlin Reserva Amburana: Cervejaria nova, a Antuérpia começou de maneira bem interessante com essa Russiam Imperial Stout maturada com Amburana.
  • Dádiva Dark Forest: Um Russian Imperial Stout tradicional mas extremamente bem feita e equilibrada.
  • Guerrilha Imperial Porter: Estilo também pouco explorado por aqui, a Imperial Porter foi a escolha da Cerveja Guerrilha! para o evento. Com 7,8% de álcool, traz notas de chocolate, caramelo e leve torrado, com ótimo equilíbrio.
  • Cuesta Barley Wine: Colaborativa com a 5 Elementos, do Ceará, é complexa de maltes, álcoois e frutados, maturada em barris de Bourbon.
  • Alexandre X assina a nova linha de cervejas, a X Craft Beer. A PainKiller, Double IPA, é muito boa mesmo!

    Krug Ignorância: Double IPA com 10% de álcool com dry hopping de Centennial, Ella, Motueka e Citra.

Ácidas e frutas

A acidez e as frutas parecem ter caído de vez no paladar do cervejeiro. Já foi assim no Festival Brasileiro da Cerveja desse ano e a tendência está bem presente no Mondial de São Paulo também. Algumas boas dicas entre as novidades são:

  • Synergy Half Blind: Sour com pêssego colaborativa com a Cervejaria Narcose, do Rio Grande do Sul.
  • Caravan Ultra Violeta: Sour com mirtilo, framboesa, amora, uva, açaí e beterraba. Algo tão doido assim só poderia ter saído junto com os doidos da Heróica e Mad Dwarf.
  • Cuesta Red Flanders: Um estilo difícil de fazer. Utilizando barris de vinho Bordeax, foi realizada em parceria com carioca Thristy Hawks.
  • Doktor Brau Psicose Espacial: Uma New England IPA com graviola, colaborativa com Cervejaria Satélite.
  • Júpiter Flamingo: New England IPA com framboesa.
  • Leuven Endless Sour: Uma sour com pitanga e tangerina.

Essas são só algumas das novidades. E tem muito mais para provar. Ao final do evento, volto a escrever por aqui com mais coisas bacanas vistas por lá. Se você está na dúvida, vale a pena ir lá e provar algumas dessas belezinhas e curtir o evento.

E não esqueça: Beba sempre com moderação!

Lista completa de cervejarias e expositores.

  • Allegra
  • Antuérpia
  • Avós
  • Backer
  • Baden Baden
  • Bier & Wein
  • Biri Mesas
  • Black Princess
  • Blondine
  • Bodebrown
  • Bolacha para Chopp
  • Bragantina
  • Brooklin
  • Brugse Zot & Straffe Hendrik
  • Caravan
  • Casa Flora
  • Cervejaria 4 Estações
  • Cervejaria Província
  • Cigana
  • Colorado
  • Cuesta
  • Dádiva
  • Databier
  • Demokrata
  • Dogma
  • Doktor Brau
  • Eisenbahn
  • Engarrafador Moderno
  • Escola Superior de Cerveja e Malte
  • Fat Bull
  • Goose Island
  • Grupo Folha
  • Guarubier
  • Guerrilha
  • Hator
  • Hausen Bier
  • Hettwer
  • ICB
  • IPA Day
  • Jops
  • Júpiter
  • Kremer
  • Krug
  • Leuven
  • Los Compadres
  • Madalena
  • Maniacs
  • Mafiosa
  • Marketing Cervejeiro
  • Meara
  • Meu Copo.com
  • Morada
  • X Craft Beer
  • Nadir Figueiredo
  • Pelliconi
  • Prazeres da Mesa
  • Primata
  • Revista da Cerveja
  • Satélite
  • Seasons
  • Sinnatrah
  • StartUp
  • Sumatra – The Surfer’s Beer
  • Suméria
  • Synergy
  • Tábuas
  • Trilha
  • Truck – Beertone
  • Truck – Belga
  • Truck – Bigdaddy’s
  • Truck – Burgertopia
  • Truck – Espírito de Porco
  • Truck – Haciendas
  • Urbana
  • Viquim
  • Way Beer

Serviço:

  • Mondial de la Bière São Paulo
  • Data: 17 a 20 de maio 2018
  • Local: São Paulo Expo – Pavilhão 8 + área externa (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Vila Água Funda – São Paulo/SP)
  • Horário: sábado (19) das 14h à 1h e domingo (20) das 14h às 20h.
  • Ingressos: Entrada Cervejeiro Solidário – R$ 66,00 + 1kg de alimento não perecível; Meia entrada por lei – R$ 60,00
  • Site: mondialdelabieresp.com.br

Este post é um oferecimento da Cervejaria Eisenbahn (publieditorial). Confira nosso mídia kit caso queira anunciar aqui também.

About Luís Celso Jr.

É jornalista, sommelier, juiz e consultor de cervejas. Fundou o BarDoCelso.com em 2006 e desde então se especializou cada vez mais, sendo hoje um dos principais e mais experientes profissionais do Brasil. Ficou em 3º lugar no 1º Campeonato Brasileiro de Sommelier de Cerveja, em 2014, e 6º nas duas edições seguintes. Foi um dos representantes do Brasil na 4ª edição do Campeonato Mundial de Sommeliers em 2015. Saiba mais sobre os serviços do BarDoCelso.com ou sobre o Celso .

Check Also

Ignorus Cervejaria inaugura nova fábrica essa semana em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba

Ignorus Cervejaria estreia nova fábrica essa semana

A Ignorus Cervejaria, de Curitiba, deve estrear sua nova fábrica já essa semana com cerveja …

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE