Wikibier 2013: os prós e os contras

Olá, pessoal. Como muitos de vocês, estive este fim de semana no Wikibier 2013 , festival de cervejas realizado no sábado (12) em Curitiba. Encontrei alguns leitores, aliás, trocamos ideias e falamos do evento. Fiz o mesmo com fornecedores de cervejas, amigos, conhecidos e gente a quem fui apresentado lá na hora. Procurei reunir o máximo de impressões para não ser injusto ao escrever essas linhas. E, não se preocupem, obviamente não vou mencionar nominalmente ninguém aqui.

Wikibier 2013 foi recheados de pontos positivos e negativos. Qual a sua opinião?

Wikibier 2013 foi recheados de pontos positivos e negativos. Qual a sua opinião?

Quem me acompanha aqui no Bar do Celso ao longo desses quatro anos na Gazeta do Povo, sete no total, sabe que sou um escriba ponderado. Não acredito em absolutos e extremismos, como também não acho que calar é uma forma de contribuição. Já escrevi sobre os prós e contras de diversos eventos de cerveja, sempre tentando dar uma crítica construtiva e embasada para melhorarmos, pois esse meio é de todos nós e será no futuro o que fizermos dele agora.

Tive a felicidade de ser lido pelos organizadores, que entenderam meus princípios. Por isso, vou adotar essa mesma fórmula aqui. Prós e contras. Não pretendo ser exaustivo e falar de tudo. Deixo o espaço nos comentários abertos para que todos os envolvidos emitam suas opiniões e complementem o que acharem necessário. Sugiro que tanto público quanto organização utilizem o espaço de comentários e a mesma forma de estrutura, mas aí é com vocês. Claro, sempre com respeito (os comentários ofensivos, está previsto nos termos de uso desse espaço, não serão liberados).

Wikibier 2013: pontos positivos

Wikibier 2013: cerca de 4 mil pessoas estiveram no evento, que contou com cerca de 240 diferentes rótulos de cerveja

Wikibier 2013: cerca de 4 mil pessoas estiveram no evento, que contou com cerca de 240 diferentes rótulos de cerveja

O tamanho – O evento reuniu cerca de 4 mil pessoas, segundo informações da assessoria de imprensa. Foram 240 rótulos diferentes de cervejas. Um evento desse tamanho é para ser comemorado. Divulga e muito a cultura cervejeira para, prioritariamente, quem não entende ou entende pouco sobre ela. Isso tem um grande impacto. E é uma grande responsabilidade.

Foi divertido – Ouvi muitas críticas, mas toda a ponderação levou a isso. Sim, o Wikibier 2013 foi divertido. Encontrar conhecidos, curtir junto, bate-papo e boas cervejas fizeram a animação da galera. Mais um ponto bacana, pois não é fácil agradar a gregos e troianos. Acho que o evento foi feliz em trazer entretenimento para o público leigo e atrativos para quem já está nesse universo há algum tempo.

Problemas resolvidos – Lembra do primeiro Wikibier? E do segundo? O evento é grande, e sempre há problemas para serem resolvidos. E muitos deles foram. O que prova a boa intenção da organização, que ouviu e ajustou certas questões. Lembro que um dos mais graves foi sobre a venda de fichas na primeira edição, que gerou grandes filas e acabou com humor de muita gente, além de consumir um tempo grande do público, que poderia estar se divertindo. Dessa vez, não vi acontecer algo dessa forma.

Degustação – O tamanho do caneco foi um dos pontos muito criticados. Era de 200 ml. Muitos festivais usam canecos de 400 ml. Eu gosto da opção de um copo menor, pois possibilita degustar uma maior variedade de cervejas. Além disso, a ideia da cerveja artesanal está muito ligado ao lema “beba menos, beba melhor”. Não é para se embriagar, e sim para saborear. No entanto, os preços foram salgados para essa relação estar bem equilibrada. Para que isso funcione bem, os valores devem ser menores também. Ou seja, condizentes com o volume do copo.

Wikibier 2013: pontos negativos

Wikibier 2013: preço das cervejas espantou muito gente

Preço das cervejas espantou muito gente e impediu alguns de provarem cervejas exclusivas e interessantes

Preço das cervejas – Muita gente falou que os preços das cervejas no Wikibier 2013 estavam muito caros no evento. Concordo. Os chopes exclusivos estavam na faixa de R$ 25. É sem dúvida o preço mais alto que já paguei em festivais. Uma pena, pois espantou muita gente e impediu alguns de provar justamente as maiores atrações da festa.

Atraso – O evento demorou a ter início. Mesmo quando os portões foram abertos, muitos estandes estavam impedidos de vender cervejas pois as chopeiras não estavam montadas. Um erro grave da organização. Em nota na página do Facebook do Wikibier, a organização diz que o fornecedor dos equipamentos não conseguiu terminar o serviço em tempo hábil. Independente de quem é a culpa, algo do gênero não poderia ter acontecido para um evento que está se tornando referência.

Fila – Na entrada, quem comprou antecipadamente os ingressos pela internet enfrentou fila para retirar o ingresso. E quem deixou para comprar na hora, não. Mau direcionamento que já na abertura deixou muita gente de mau humor.

Alimentação – A água custava R$ 1. Legal. É importante consumir boas doses de água para manter o paladar aguçado para as cervejas e não ficar embriagado. No entanto, a alimentação também é essencial. O evento deveria ter 12 horas de duração. Ninguém consegue ficar tanto tempo sem se alimentar. E a comida ajuda também a manter o pessoal sóbrio. Poucos pontos de alimentação, pouca variedade, filas grandes e atraso na abertura – justamente o horário de almoço – desanimaram quem tentou comer no Wikibier 2013. Eu mesmo tive que sair da festa para almoçar.

Mais uma vez, reforço aqui que essas são críticas construtivas. Faz parte também do compromisso que tenho como jornalista com o público, de dar voz a eles. E como nas edições anteriores, espero que a organização do evento ouça, analise e resolva para que possamos ter em Curitiba não só um grande evento, mas um ótimo evento, que faça justiça a qualidade da produção paranaense de cervejas artesanais.

A palavra está com vocês. Espaço aberto nos comentários.

Abraços

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

– Instagram

– Facebook

– Google+

– Twitter

– Foursquare

– YouTube

nv-author-image

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas. Leia mais sobre ele aqui e conheça oClube BarDoCelso.com aqui.

15 comentários em “Wikibier 2013: os prós e os contras”

  1. Valter Barelli

    Fui, gostei e voltarei a ir pois sou consumidor de boas cervejas (o que não combina com cervejas baratas). Creio que cabia a organização (a despeito do livrinho da entrada muito completo) disponibilizar mais meios das pessoas entenderem do que se trata o evento pois muita gente chegou na porta e não sabia como funcionava a coisa toda. Tinha outdoor na entrada mas muito genérico, falando de números mas não de formato. Banners na entrada indicando – compre seu ingresso (que dá direito a caneca e mais os shows internos) – compre consumação na medida do que quiser e receba seu dinheiro devolta caso não consumir tudo etc. Explicações básicas, nada muito complicado e de muita valia para trazer pra vida quem acha que só existe essas cervejas porcarias enlatadas aos milhões que temos no Brasil. Em tempo, discordo da demora na fila para quem comprou on-line, mesmo com a fila enorme não fiquei mais que 5 minutos para pegar a pulseira e a consumação, a galera que é exagerada e acha que ia chegar e ter um atendente para cada comprador, convenhamos né? Bem comentou você, não dá pra agradar gregos e troianos, ainda mais num evento desse porte.

  2. Américo Rabelo

    Como diretor de marketing de uma cervejaria participante, não dá para elogiar tamanha falta de organização e respeito com as Cervejarias que fizeram a festa. Os nossos barris e de tantas outras foram simplesmente esquecidas nos cantos do enorme pavilhão e só foram engatados nas chopeiras para consumo no período da tarde e a nossa, pasmem…..às 8 horas da noite!!!! LAMENTÁVEL!!!!

  3. Pagar R$ 20 naquela caneca minúscula (quanto tinha lá? 330ml??) por cervejas que, gelada, no posto de gasolina, se paga pouco mais de R$ 8,00 na long neck, é sacanagem. Não tinha guardador de volume também, e os organizadores sabem que esses galpões ficam (bem) quentes, e o evento terminava as 11 da noite numa cidade tipo Curitiba – blusa pra que, né produção? Ademais, a elogiar a seleção musical. Foi minha primeira wikibier, repensarei (mas com carinho) para o ano que vem.

  4. Meu caneco (com o poerdão do trocadilho), agora que li direito… os caras colocaram caneco de 200 ml. A parte do “repensar” será beeem repensada mesmo heeheh

  5. Vamos por partes.
    Fui ao primeiro e estive neste sábado prestigiando o evento e algumas coisas chamaram atenção.
    De fato, conforme comentado acima, não encontrei dificuldades em retirar meu ingresso comprado on-line, entretanto, ficou longe da praticidade que deveria ter uma vez que a compra foi antecipada.
    A facilidade para compra da consumação foi outro ponto muito positivo, além da possibilidade de comprar comidas diretamente com dinheiro ou cartão. Entretanto, a opção de comida era escassa, e das 4h que pude ficar no evento, 2h foram destinadas a ficar na fila do Au-Au (1h) e esperar por 2 cachorros quentes e um prensado (+1h). Ainda bem que estava acompanhado e pude fazer um revesamento na fila. Uma necessidade ao meu ver é o aumento de oferta de comida e uma melhor preparo do local do evento (salvo engano o stand de hamburgueres não abriu por falta de gás na cozinha.
    Um ponto muito positivo ao meu ver, foi a grande oferta de mesas e cadeiras, o que até as 18h, não pareceu faltar em grande quantidade.
    Por fim, conforme comentado, a seleção de cervejas era excepcional, de fato, entretanto a impossibilidade de escolher o tamanho que se queria, aliado ao preço cobrado ( por exemplo vide Colorado Appia, que estava R$12,00, o caneco de 200ml, enquanto os 600ml da garrafa custam R$18,00), afastou muita gente das melhores surpresas e deixou o bolso de muita gente no prejuízo.
    Espero que ano que vem tenha mais, e que cada vez seja melhor!

  6. O evento foi bom, e concordo com os pontos citados acima que devem ser melhorados. Cheguei cedo com meu namorado e um casal de amigos. Conseguimos bom lugar para sentar, porém, muitas chopeiras ainda estavam sendo montadas, e demorou muito para ficarem prontas. Procuramos por exemplo a cerveja de tangerina e não encontramos. Gostaríamos de ter provado as cervejas da Califórnia, mas os preços estavam absurdos pelo tamanho do caneco. Já pagamos caro nos locais de venda de cerveja artesanais, mas pagar caro em um festival, com objetivo de apresentar sabores diferentes é demais! Por favor, os preços precisam ser repensados. O tamanho do caneco foi bom, deu para degustar uma maior variedade, melhor, só se todos os preços estivessem de acordo. O espaço estava muito legal, não estava apertado e a vista do parque era muito bonita. É isso!!! Valeu.

  7. Alem de tudo que o Celso falou outra coisa que faltava, era escolher a cerveja pelo livreto e encontrar a mesma dentro do pavilhão.

  8. O único problema foi o preço.

    Os únicos preços razoáveis eram os choppes das cervejas regionais (7 a 10 reais), porém mesmo assim era caro, pois é possível encontrá-las nos supermercados por um preço mais baixo e normalmente em garrafas de 500 ou 600ml, muito melhor que os 200ml do evento.

    As cervejas que realmente fui provar, não pude. Pagar 30 reais por 200ml é fora da realidade.

  9. Outro fator tenso no dia foi o transporte, fazem no mesmo dia de evento de dia das crianças no parque, um inferno pra entrar… E na saída esperei quase 2h por um táxi, já que o acesso ao coletivo era difícil no local

  10. Flavio Coraiola

    Esse foi meu terceiro wikibier, e a cada ano o evento piora. Nos primeiros tivemos tivemos vários problemas, alguns citados, mas em ambas tivemos cervejas a experimentar e a preços compatíveis, apesar de nunca baratos. Nesse algumas coisas pareceram mais professionais, o local, a aparência, a disposição e a agilidade no atendimento. Mas no final, no que realmente é procurado em um evento cervejeiro, foi uma lástima: O caso dos canecos, não era claro o tamanho dos mesmos, me foi dito 300ml por alguém do evento, mas eram 200ml. Acabavam logo, o que nos obrigava a enfrentar contantes filas, o que me fez experimentar apenas as menos procuradas. Nada contra o tamanho pequeno para degustação, no Dum Day funcionou, mas o tamanho era claro e o evento, filas e preços compatíveis, não foi o caso do wikibier; O caso das cervejas, várias eram ofertadas no livreto da organização, poucas eram encontradas. Alguém do balcão do bar wikibier me disse que o problema era a falta de torneiras, poucas eram eram ofertadas simultaneamente. Não encontrei ao longo do evento várias das cervejas que queria (como a mineira Derrama, que queria muito); O caso do preço, para se ter uma idéia as cervejas mais baratas por ml do evento eram importadas engarrafadas, contra-senso absurdo (bitter and twisted R$15 600ml, Schneider weisse R$14 500ml). Tinhamos eisenbahns a R$7 reais 200ml (não que alguém devesse ir lá apra tomar o que toma todo dia, é só um exemplo), quando em qualquer mercado encontramos as mesmas a R$6 350ml. Se a desculpa é a cerveja estar na pressão, temos bares como a Cervejaria da Vila e Hop’n Roll ofertando as mesmas e ways a R$10-11 500ml, essas cervejas não deveriam nunca chegar a R$4,50 no evento. Esse último fato me fez desistir desse evento e dos próximos, sinto que ir na cervejaria da vila, hop’n roll ou barbárium é melhor em qualquer quesito: Mais organizado, fácil de experimentar coisas novas, a alimentação é garantida e de qualidade, sem filas, e principalmente e inacreditavelmente, é muito mais barato. Uma última ressalva, para não dizer que tudo foi perdido: A melhor cerveja que experimentei foi grátis e engarrafada, a Kentucky Bourbon Ale, fantástica, em fase de pesquisa de Mercado, foi ofertada gratuitamente em pequenas doses, pena que por um curto período. Vida longa à Kentucky, adeus wikibier.

  11. Assessoria de Imprensa - Wikibier Festival

    Prezados leitores, jornalista Luís Celso Jr e público em geral, em nome do Wikibier Festival, agradecemos as sugestões, comentários e críticas. Todas serão avaliadas pela equipe de produção, com objetivo de fazer um evento cada vez melhor. O evento está atento para as ocorrências e irá trabalhar sempre para oferecer mais conforto e opções para o público, dentro do conceito ao qual nos propomos, o de realizar uma grande festa, uma celebração, com foco na cultura das cervejas especiais. Agradecemos o apoio e ficamos à disposição para continuar recebendo sugestões, seja por este canal ou por nossas redes.

  12. Alexandre Maia

    Então, fui, gostei e todo mundo com quem eu falo, inclusive uns amigos de São Paulo, gostaram muito da festa. Tirando uma coisa ou outra que poderia ser melhor, como a fila pra comer, todos nos nos divertimos.
    Já fui em Oktoberfest, München Fest, e alguns outros festivais e sempre vi coisas assim, filas, etc, coisa normal num evento tão grande… agora o que realmente me espanta é o pessoal “diretor de Marketing” de cervejaria ou mesmo os micro-cervejarios descendo a lenha na produção da festa em publico…. que coisa feia… isso se resolve nas internas…. o publico em geral não quer saber disso ou daquilo e desse mimimi… queremos é saber de festa!! e essa tava boa!!! =)

  13. Já se tornou uma tradição, e não só do Wikibier: toda festa da cerveja há fila para comprar e/ou pegar bebida e poucas opções de comida.

  14. francisco santos

    Fui no primeiro e não gostei, música alta, tinha filas e faltou comida.
    Fui no segundo e não gostei, cerveja cara (sou frequentador de bares de cerveja), música horrível (acreditem, teve até bandinha alemã) local não apropriado, sem estacionamento e filas…
    No terceiro… NÃO, OBRIGADO!!

  15. Pingback: Curitiba será palco do Wikibier 2013 no dia 12 de outubro - Bar do Celso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *