Artigos

9 dicas para sua viagem cervejeira

By 15/04/2016abril 18th, 2020No Comments

Viajar com o objetivo de degustar cervejas, conhecer cervejarias de perto e novos bares é sempre uma das atividades prediletas dos cervejeiros. Seja com beer tours, como mostramos na matéria “Turismo cervejeiro: um guia para viajar com destino à cerveja”, ou com roteiros próprios, existem alguns detalhes que um viajante da cerveja precisa estar atento. Baseada na experiência de quem já viajou em busca da bebida, e de informações garimpadas na internet, segue uma lista com 9 dicas para a sua próxima viagem cervejeira.

1. Pesquise sobre as cervejas que pretende beber

As cervejas locais e frescas são sempre a melhor pedida em qualquer viagem. Mas, às vezes, no meio da sua viagem cervejeira, os pubs podem estar lotados com rótulos que não chegam na sua cidade e você quer aproveitar a oportunidade para bebe-las. Ou então você não sabe nada sobre uma cervejaria local e se depara com um monte de rótulos novos. Para não ficar perdido na sua escolha, e deixar de beber uma cerveja rara porque não conhecia, pesquise sobre os rótulos antes e leia suas avialiações. Sites como Rate Beer, Brejas e Beer Advocate podem ajudar muito.

2. Hospedagem

Aqueles que farão a viagem cervejeira por conta, sem comprar um pacote específico, é aconselhável verificar se o local da hospedagem fica próximo aos bares,pubs e cervejarias que você pretende visitar. Tudo que puder fazer a pé é sempre melhor. Se não for possível, procure ficar próximo a grandes estações de transporte público. Isso pode lhe economizar um bom dinheiro para gastar com cervejas.

3. Planeje sua rota

Mesmo nas viagens com pacotes fechados, é possível que você tenha brechas na programação para aproveitar o lugar. Planejar uma rota pode lhe economizar tempo e dinheiro. Para aquelas que viajam por conta essa tarefa é crucial. Determine um ponto de partida e um ponto de chegada e os lugares que pretende visitar. Com ajuda do google maps descubra quanto tempo você leva para se deslocar de um lugar ao outro. Assim você consegue evitar surpresas desagradáveis, como ter que abrir mão de uma visita porque descobriu que fica muito longe.

viagem cervejeira planeje sua rota

4. Leve algo para carregar cervejas

Parece um tanto óbvio, mas essa dica é válida até mesmo para quem vai visitar um local apenas: leve uma mochila ou um carrinho (tipo esses de feira) para carregar as cervejas que você comprar enquanto está passeando. Carregar sacolas pode limitar o seu poder de compra e tornar o trajeto cansativo ou mesmo inviável.

viagem cervejeira mala

5. Faça contato com cervejarias antecipadamente

Caso você não tenha às visitas agendadas já por um tour, é muito prudente que você entre em contato com as cervejarias antes de viajar. Elas podem ter datas e horários pré estabelecidos para os tours pela fábrica e isso é importante para seu planejamento de rota. Aproveite para perguntar se eles vendem os produtos no local, se conhecem hospedagens próximas, qual o melhor trajeto para chegar e se possuem degustação. Conte sua história de viajante, as pequenas cervejarias geralmente são muito receptivas e ficam contentes em receber pessoas do outro lado do mundo que tem interesse nelas.

6. Entre em contato com algum morador do local

Quem mora na cidade / país geralmente tem um conhecimento maior sobre a região e as atrações do lugar. Uma forma bacana para encontrar pessoas legais e dispostas é site Couch Surfing. Eles possuem grupos sobre eventos e festas na cidade organizados pelos integrantes. Você pode abrir um tópico perguntando se tem alguém que goste de cervejas e esteja disposto a passear pelo lugar. Outro site bacana para encontrar pessoas e eventos, que também tem aplicativo para celular, é o Yelp. Nele você encontra lugares perto de você e a resenha de quem já esteve lá.
Quando estive na Irlanda descobri uma confraria aberta que era realizada na casa de um dos membros do Couch Surfing. Além de degustar várias cervejas, gastando muito pouco, ainda conheci pessoas de várias partes do mundo.

7. Pesquise preços em lojas de bebidas

Essa é para quem vai viajar para o exterior: nem sempre é mais barato comprar cervejas em lojas da fábrica, principalmente quando o local é um ponto turístico. Tive essa surpresa na Bélgica, onde um amigo me levou em uma distribuidora de bebidas que tinha mais de 600 rótulos e com preços mais baixos do que em alguns lugares que visitei. Outra vantagem de encontrar uma loja de bebidas com bastante variedade é que você consegue comprar muitas cervejas em um lugar só e economiza tempo.

viagem cervejeira preços

8. Beba com moderação e tome muita água

Para aproveitar ao máximo sua viagem cervejeira, essa é uma dica que todo mundo sabe, mas não custa lembrar da sua importância: beba menos do que você beberia em casa. Se o objetivo é degustar então, não adianta tentar beber um copo de cada cerveja das 50 torneiras do pub que dificilmente você irá conseguir. Beba bastante água, leve uma garrafinha de água sempre, mesmo, pois acordar de ressaca numa viajem pode significar o atraso dos planos do dia seguinte.

viagem cervejeira  beba menos

8. Vá com a mala leve

A mala da viagem cervejeira sempre tende a voltar recheada com garrafas do líquido precioso. Por isso, já pense nisso antes de sair de casa. Verifique quanto de peso você pode trazer, em caso de viagens de avião, e leve apenas o essencial. Uma Cheque a previsão do tempo para não levar roupas demais. Para quem for viajar pelo exterior com companhias aéreas de baixo custo, cheque o valor para despachar a mala. Muitas delas são bem rígidas com o peso e você corre o risco de ter que deixar todas as suas roupas lá. 😉

9. Quanto posso trazer

Nas viagens internacionais você pode trazer até 12 litros de bebidas alcoólicas na bagagem que será despachada, de acordo com o site da Receita Federal. Ou seja, em garrafas de 355 ml isso corresponde a 33 unidades. Elas precisam estar dentro da cota permitida de gastos, então é bom você ter a nota fiscal caso algum fiscal resolva verificar sua mala e deduza que sua cerveja rolhada custa muito caro. Nada de cervejas na bagagem de mão nos voos internacionais.
Já no transporte aéreo doméstico (dentro do Brasil) você pode levar até 5 litros de bebidas alcoólicas, na bagagem de mão ou despachada, desde que nenhuma embalagem exceda a capacidade de 1 litro, segundo site da Infraero. Mas cuidado com o limite de peso e de tamanho da bagagem mão. Dependendo da companhia irá fazer você despachar sua mala, e se as garrafas não estiverem bem embaladas, o risco de quebrar tudo é muito grande.

9. Embale com cuidado

Quem já viajou de avião sabe que nossas malas parecem bolinhas de pingue-pongue no momento que estão sendo levadas para o compartimento de carga. A embalagem da cerveja aqui é crucial. Já existem embalagens próprias, até mesmo malas, para transportar bebidas. Caso não tenha acesso a elas, leve papel bolha para enrolar as garrafas já na ida, pois nem sempre você encontrará com facilidade.
Outra opção, utilizada por essa que vos escreve, é o cartucho a vácuo (vac bag em inglês). Você enrola as garrafas nas suas roupas e coloca dentro desse cartucho que possui um sistema para a retirada do ar. Isso pode ser feito com um aspirador ou uma bomba de mão. Sem o ar, as roupas ficam compactadas e suas garrafas protegidas contra possíveis choques. Se o destino final não é a sua casa, aconselho que embale as garrafas com sacos plásticos separadamente, caso quebrem não deixarão você sem roupas.

Tem mais alguma dica para ajudar na viagem cervejeira? Deixe nos comentários ou mande para o nosso e-mail bardocelso@gmail.com.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

Leave a Reply