Aplicativos cervejeiros brasileiros: um novo negócio no ramo da cerveja

Nossos dispositivos eletrônicos estão sendo invadidos diariamente pelo novos aplicativos que surgem, geralmente com a promessa de facilitar sua vida de alguma forma. Empresas estão investindo nesse mercado que abrange vários setores, como o da saúde, lazer e, também, o da cerveja. Os aplicativos cervejeiros tem ganhado espaço nas memórias dos celulares e no plano de negócios de investidores. Mas como esse nicho de mercado gera retorno? Para responder essa pergunta, entrevistamos três empreendedores brasileiros que apostaram no mercado cervejeiro e criaram aplicativos específicos para o setor.

Para Douglas, do BRevo, o aplicativo cervejeiro tem retorno financeiro sim, apesar de bastante trabalho. O projeto se tornou realidade em 2015 e o aplicativo faz parte da plataforma de software e serviços que Douglas utiliza para criar novos produtos. “Nossos clientes contratam serviços do aplicativo na forma de uma assinatura e/ou serviços de softwares específico. Em setembro de 2015 utilizamos a plataforma para produzir um app do 4º Encontro Da Cerveja Artesanal São Paulo”, explica. Hoje Douglas busca ampliar os serviços e atender várias áreas da cerveja artesanal. “Atendemos qualquer área cervejeira, bares, lojas, escolas, passeios/turismo, brewshops, e em breve cervejeiros caseiros. Pensei em serviços pra todos”, afirma. Já são mais de 300 cervejarias cadastradas e centenas de bares e lojas do país todo. O usuário do BRevo encontra nele locais próximos para degustar cervejas e o preço das cervejas cadastrados pelos bares.

aplicativos cervejeiros Brevo

A empreitada veio do trabalho de um homem só, que viu a necessidade de criar um software cervejeiro. “A cabeça de desenvolvedor e a vontade de criar um canal para o fornecedores e consumidores deste mercado me pareceu natural. Pensei no que eu gostaria em um software para celular relacionado a cerveja e comecei a programar”, conta Douglas. Para levantar fundos, Douglas contou com parceiros do ramo cervejeiro que apoiaram o desenvolvimento do BRevo e assim que pronto contrataram seus serviços.

aplicativos cervejeiros Lamas brew tool

Já para Alessandro Moraes, da Lamas Brew Shop, a criação de um aplicativo que ajuda na produção das cervejas veio para fortalecer a marca da loja. O aplicativo Lamas Brew Tool foi lançado a pouco tempo e visa ser uma ferramenta que dê suporte aos cervejeiros caseiros, principalmente para clientes do estabelecimento. “ Nossa empresa é uma das maiores fornecedoras de insumos e equipamentos para cervejeiros caseiros, em nossas lojas, ajudamos nossos clientes a melhorar seu processo e suas receitas e foi natural a identificação desta carência em um material em língua portuguesa. Por enquanto, ele é somente uma calculadora auxiliar da fabricação, que ajuda o cervejeiro em cálculos tais como volume alcoólico, IBU, quantidade de garrafas por volume para engarrafar, entre outros”, conta Alessandro. Já são mais de 12 mil downloads conquistados na primeira semana de vida. Para futuras versões já estão sendo planejadas funções para elaboração de receita e lista de compras integrada com as loja Lamas, que atrairá novos clientes.

Aplicativos cervejeiros able

Conquistar novos clientes e paladares é o objetivo do aplicativo cervejeiro desenvolvido pelo Francisco Silva Neto, o Able. A proposta aqui é facilitar a vida do consumidor de cerveja, principalmente daqueles que não tem um conhecimento tão aprofundado. Ao responder um questionário sobre sabores que o consumidor gosta a plataforma indica cervejas e oferece a opção de compra, com entrega no local que o usuário desejar. As cervejas permanecem refrigeradas até o momento da entrega. Francisco criou a ferramenta nos Estados Unidos, mas resolveu lançar no Brasil primeiro. “Como já trabalhava no mercado de cervejas artesanais no Brasil (fui responsável por toda a operação e logística do Clube Have a Nice Beer, de seu surgimento à sua venda) e considerando que este mercado está apenas começando, identifiquei a oportunidade e decidir lançar o Able primeiro aqui. Lançamos o aplicativo no dia 24 de fevereiro desse ano,estamos com pouco mais de 1.000 usuários cadastrados, sendo 50% da cidade de São Paulo”, relata Francisco.

Recentemente o Able participou do lançamento das latas de cervejarias artesanais em parceria com a Cervejaria Dádiva. Pelo aplicativo as pessoas podiam comprar as latinhas sem precisarem ir até os bares onde os eventos ocorriam. Uma parceria com a cervejaria Seasons para entrega das cervejas da marca em São Paulo também foi fechada. “A nossa ideia é ter um estoque rotativo, sem um número gigante de cervejas, pois queremos disponibilizar novos rótulos para os usuários a cada 15 dias. Nesse início nossa meta é ter essa rotatividade semanal”, explica Francisco. Por enquanto o Able atende apenas a região de São Paulo, mas em breve chegará em outras capitias, como Curitiba e Rio de Janeiro.

nv-author-image

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas. Leia mais sobre ele aqui e conheça oClube BarDoCelso.com aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *