Corrida dos garçons é nesta segunda-feira

Daniel Dereveki/Gazeta do Povo
Tradicional corrida dos garçons, em Santa Felicidade, reuniu em 2008 cerca de 200 participantes e distribuiu prêmios de R$ 700 aos vencedores das quatro categorias

Várias pessoas em roupas sociais correndo em uma rua em Santa Felicidade, em plena luz do dia, com bandejas cheias de copos e garrafas. Pensando bem, seria uma cena um tanto exótica se não estivéssemos acostumados. Trata-se da tradicional corrida realizada todos os anos em comemoração do Dia do Garçom, esse nosso querido amigo de tantas noitadas, comemorado em 11 de agosto. Em 2009 a competição será realizada nesta segunda-feira (24) na Avenida Manoel Ribas, no bairro italiano.

A organização da 11.ª Corrida de Garçons esperam reunir 500 profissionais na festa de confraternização. Cerca de 300 devem participar da competição. O início está previsto para as 9h, a corrida começa na Casa dos Arcos e, num trecho de 300 metros, os concorrentes devem carregar a bandeja, parar para servir um cliente e completar o percurso no menor tempo.

Os mais rápidos das quatro categorias diferentes (masculino até 30 anos, 31 a 45 anos, acima de 46 anos e feminino aberto) serão premiados com R$ 600, R$ 400 e R$ 250 para o primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Vale a pena prestigiar. E parabéns rapaziada (e meninas, claro)! Vocês são mais do que trabalhadores, são amigos.

nv-author-image

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas. Leia mais sobre ele aqui e conheça oClube BarDoCelso.com aqui.

2 comentários em “Corrida dos garçons é nesta segunda-feira”

  1. lourival lourenço

    eu so garçon a mais de 15 anos a restaurantes principalmente churrascaria alem de pagar mau escraviza o garçon entra as 9hr e so sai 24hs isso eos pequenos intervalos que tem ainda fas limpeza no rest e o dez porcent que e cobrad nao e repassad isto e 1 vergonha

  2. Doralice Araújo

    A figura do garçom está, Luis Celso, associada aos momentos de alegria e descontração; quem de nós não recorda daqueles que nos tratam com fidalguia e enquanto degustamos as delícias nos elevam à categoria máxima? Do imprescindível reconhecimento profissional às queixas da categoria( veja o exemplo acima) todos nós, um dia bem por eles servidos, lamentamos as injustiças trabalhistas. Uma pena que a ” corrida” seja na segunda-feira, em pleno horário de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *