Breaking News
Home » Por onde andamos » Dogma Tasting Room: estivemos lá no 1º dia e contamos como é

Dogma Tasting Room: estivemos lá no 1º dia e contamos como é

Na quinta-feira, 24 de agosto, abriu oficialmente em esquema de soft opening o Dogma Tasting Room, o bar da Cervejaria Dogma, localizado em Santa Cecília, no Centro de São Paulo. O espaço conta com 20 torneiras de chope, cervejaria para pequenos lotes (cozinha de 250 litros) e espaço para produção de cervejas envelhecidas em barricas de madeira que será inaugurado em breve.

O objetivo é permitir que o público tenha acesso à cerveja super fresca, com a mesma experiência de quem bebe na boca do tanque, e receitas muitas vezes exclusivas, que só podem ser bebidas no local.

O BarDoCelso.com teve a oportunidade de falar rapidinho com dois dos três sócios da Dogma, Leonardo Satt e Luciano Silva, que contaram que o público que visitar o local pode esperar o que sempre se busca na Dogama: “inovação e qualidade”, diz Satt.

A Odisséia da abertura do Dogma Tasting Room

O local onde é hoje o Dogma Tasting Room era um galpão onde funcionava uma oficina de carros, de lataria, meio caidinho, mas passou por uma reforma completa e virou um belo tap room. Ele também já foi até igreja, conta Luciano, e estava em situação muito precária quando foi alugado há mais de um ano atrás. Isso fez com que houvesse uma certa demora para concluir a obra e abrir o local.

“Era uma casa muito engraçada. O telhado estava apoiado na parede dos outros imóveis. Ou seja, não havia nem parede por aqui. Na verdade havia apenas uma, no meio do local, que a gente teve que derrubar”, conta Satt. Todo o piso também foi quebrado e refeito, até porque há necessidades específicas para a cervejaria.

Preços e outros itens

Quando ao preço, Satt diz que a política será de ter cervejas mais em conta que em outros lugares que comercializam a marca. E um dos grandes atrativos são produções exclusivas, que não vão existir em outro lugar. Sours e cervejas envelhecidas, mais difíceis muitas vezes de serem feitas em outras plantas, serão algumas coisas que vão constar frequentemente entre as 20 torneiras do Dogma Tasting Room.

Outra coisa que deve melhorar o preço é o enquadramento no Simples, possível a partir do ano que vem, diz Satt. O local deve servir apenas cervejas da Dogma, sem a prática comum de cervejas convidadas – com excessão de possíveis colaborativas, é claro. Também será servido água, drinks, café cold brew e até refrigerantes artesanais, além de, claro, as cervejas de linha da Dogma já produzidas na Cervejaria Dádiva.

O local não conta com cozinha, mas terá um espaço para Food Trucks e também a possibilidade para aqueles que queiram pedir comida no local. É possível visitar a cervejaria, serão feitos tours guiados aos sábados e domingos, ao meio dia, e a inscrição deve ser feita pelo e-mail loja@cervejariadogma.com.br.

Esquema de abertura

Os sócios também falaram que nesse começo nem todas as cervejas estarão por lá, situação que será resolvida em breve. O esquema de soft opening também envolve treinamento dos funcionário e horário reduzido.

Quando perguntados sobre planos para o futuro, eles dizem que esse local é o plano do momento e toda atenção está voltada para isso e para as produções que virão no local.

Mas quem sabe a gente não consegue um dia vislumbrar uma fábrica grande, uma cervejaria, da Dogma, heim?

Contexto

O surgimento dos tap rooms ou pequenas cervejarais no centro expandido de São Paulo foi facilitado por um ajuste legal em 2016 que permitiu a instalação de pequenas indústrias, de pequeno impacto, na cidade. Isso inclui as cervejarias. No passado, esse tipo de coisa era muito mais difícil e apenas alguns, como Cervejaria Nacional e Goose Island Brewhouse, conseguiram esquemas de funcionamento.

Ainda no mês passsado a Cervejaria Trilha também abriu seu tap room, só que em Perdizes/Pompéia, igualmente com capacidade de pequenas produções.

A Dogma nasceu da união de três marcas, Serra das Três Pontas, Prima Satt e Noturna, tornando-se uma das mais interessantes cervejarias do país. Os sócios são os três ex-cervejeiros caseiros, Bruno Monteiro, Leonardo Satt e Luciano Silva.

Das cervejas produzidas já no local, encontramos nas torneiras quando fomos lá Dankest (double IPA), Hopster (IPA), Lupulin (APA), Cecília (Kölsch), Cake (Imperial Stout com coco), Altazor (Saison com levedura brasileira) e St. Fortunato (Belgian Dark Strong Ale com tâmara). O preço ainda não está totalmente definido, mas deve variar de R$ 40 a R$ 70 o litro, dependendo da cerveja, segundo reportagem do Estadão.

Dogma Tasting Room
Rua Fortunato, 236 – Santa Cecília – São Paulo – SP
Horários provisórios:
Quinta e sexta: 17h às 23h
Sábado: 12h às 23h
Domingo: 12h as 19h

About Luís Celso Jr.

É jornalista, sommelier, juiz e consultor de cervejas. Fundou o BarDoCelso.com em 2006 e desde então se especializou cada vez mais, sendo hoje um dos principais e mais experientes profissionais do Brasil. Ficou em 3º lugar no 1º Campeonato Brasileiro de Sommelier de Cerveja, em 2014, e 6º nas duas edições seguintes. Foi um dos representantes do Brasil na 4ª edição do Campeonato Mundial de Sommeliers em 2015. Saiba mais sobre os serviços do BarDoCelso.com ou sobre o Celso .

Check Also

Curitiba ganha novo bar de cervejas artesanais com autosserviço de chope

No último mês Curitiba ganhou mais um bar especializado em cervejas artesanais, o Redface Brewpub, …

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE