Nova campeã da Eisenbahn, Joinville Porter chega a Curitiba em agosto

Divulgação/Schincariol
Kit de lançamento da Joinville Porter, campeã do segundo concurso Mestre Cervejeiro da Eisenbahn

Olá pessoal. Trago boas novas. A campeã do 2º concurso Mestre Cervejeiro promovido pela Eisenbahn, a Joinville Porter, chega a Curitiba no início de agosto. Foi o que me afirmou o pessoal da Schincariol responsável pela distribuição da marca na cidade. Portanto, a partir do próximo fim de semana é bem possível que encontremos essa Robust Porter em bares e casas cervejeiras da capital paranaense.

Criada pelos catarinenses Ivan Steinbach e Diogo Züge, a Joinville Porter foi eleita a melhor entre as 27 concorrentes desta edição do concurso, que ocorreu em dezembro de 2008. Parte da premiação é a produção de 3 mil litros da bebida pela Eisenbahn. A comercialização será feita em garrafas de champanhe 375 ml, fechadas com rolha. O vencedora do primeiro concurso, realizado em 2007, foi a Dama do Lago, do carioca Leonardo Botto, que entrevistei quando veio para Curitiba recentemente.

A campanha de lançamento foi desenvolvida pela paranaense WOW! Comunicação, e se baseia no conceito de homebrewing, ou seja, da produção de cervejas artesanais. A foto acima é do kit de lançamento da cerveja. Eu achei o máximo. Além disso, a agência cuidou do rótulo, hotsite e está com a festa de lançamento oficial, que acontece nesta segunda-feira (27) em São Paulo.

Estou doido para experimentar essa delícia! Poucos já tiveram essa honra. Você pode conferir algumas impressões no blogs do Bob, Edu Recomenda e Obiercevando.

Update 24/07: Duas coisas a acrescentar. Por distração errei o tamanho da garrafa. As pequenas de espumante tem 375 ml, e não 300 como eu escrevi. A segunda é que, como me alertaram, a Joinville Porter tem mais um criador: Diogo Züge. Não divulguei o nome porque o material oficial que recebi e o site da própria Eisenbahn não mencionam o rapaz. Mas já está tudo corrigido. Obrigado pelas contribuições, pessoal.

nv-author-image

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

8 comentários em “Nova campeã da Eisenbahn, Joinville Porter chega a Curitiba em agosto”

  1. Que ela venha!!!

    Será que chegam uns kits desses poraqui? E quanto será que vai custar o kit?

    Abraço.

  2. Celso,
    Estou ancioso para tomar essa. Só para acrescentar: além do Ivan Steinbach, a criança tem mais um pai,o Diogo Zuge.

    Pão e cerveja

    Sulivan
    clubier.com.br

  3. ALVARO LUIS CARDOSO

    PODE SER UMA DELICIA,TALVES PRÁ VOCE,MAS SE A PILSEN DESSA MARCA JÁ É LAZARENTA DE RUÍM,IMAGINE ESSAS SERIES ESPECIAIS,QUE QUEM GOSTA É APENAS AQUELE QUE A INVENTOU.OS CATARINENSES,DIGO OS ALEMÃO,TEM QUE CAIR NA REAL,SÓ TOMAMOS OPA,EISENBAHN E OUTRAS DE BRUSSKI,BLUMENAU POR FALTA DE OPÇÃO.DIA DESSES NO GEPETTO EM CURITIBA,NO BATEL(DELICIA)ME DEPAREI COM A EISENBAHN,A DOR DE CABEÇA NO DIA SEGUINTE FOI DE TIRAR PICA PAU DO OCO,ESSAS MARCAS ARTESANAIS DEVERIAM TER NA SUA COMPOSIÇÃO DIPIRONA SÓDICA.

  4. Boa Noite
    Gostaria apenas de ressaltar, que esta cerveja foi criada e produzida também pelo primo do Ivan, Diogo Zuge. Os dois trabalharam em conjunto para que esta cerveja pudesse chegar aonde chegou.
    Infelizmente só um nome poderia ser informado na ficha de inscriç?o.
    Muito Obrigada

  5. Fernanda Braga

    Sem dúvidas essa cerveja será um sucesso em Curitiba, assim como todos os rótulos e novidades da Eisenbahn!
    Me estranha o fato de julgarem-nas “Lazarenta de Ruím”! Acredito que se assim fossem, não estariam ganhando anualmente prêmios internacionais nos melhores concursos de cerveja do mundo! Ah… E avaliadas pelos “papas” da cerveja. Os mais respeitados.
    Enfim!
    Para quem gosta de uma excelente cerveja artesanal, dá-lhe Eisenbahn Joinville Porter!
    Ein Prosit!

  6. O comentário do ALVARO LUIS CARDOSO só pode ser piada né?
    Dizer que o pessoal de santa catarina só toma cerveja artesanal por falta de opção, tá loco, nunca entrou num mercado não? Lá tem um monte das ambevianas como em qqr outro lugar do Brasil.
    E o pessoal de lá dá valor pra uma boa cerveja sim, é só ver o tanto de micro-cervejarias da região, sem falar dos homebrewers. . .

    Cada louco que aparece. . .

  7. Meu Deus, esse Alvaro só pode estar fazendo piada ou bebado de tanto tomar schincariol quente, falar q Eisenbahn é Lazarenta de ruim… é pq não tem mesmo jeito pra tomar cerveja de verdade, acostumado com as Skols da vida, aguada e fraca… cerveja de menina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *