Notícias

Ogre Beer lança nova cerveja para o Wal Halla nessa sexta

By 23/02/2018abril 18th, 2020No Comments

Nesta sexta-feira, dia 23, será lançada em Curitiba a Hildr Blonde Ale, cerveja desenvolvida pela Ogre Beer para o Wal Halla. O bar é especializado em cervejas artesanais e tem como temática Viking, localizado no Ca’Dore Gastronomia Descomplicada.

A cerveja foi desenvolvida a partir do estilo Blond Ale, original de um dos países com maior tradição cervejeira no mundo, a Bélgica. Segundo o proprietário do Wal Halla, Wagner Zanardo, a opção pelo estilo veio justamente pelo perfil que o bar possui de fazer a ponte na iniciação das pessoas em cerveja artesanal, que para quem ainda não conhece é tida como muito forte e amarga. “As Blond Ale são uma excelente porta de entrada para o mundo da cerveja artesanal, pois sensorialmente já são bastante diferenciadas das marcas comerciais, mas sem nenhum extremo que possa assustar os iniciantes” diz o empresário.

Ingredientes especiais com inspiração Viking

Porém, a Ogre Beer + Wal Halla Hildr é mais que apenas uma simples leitura de um estilo tradicional. “Obviamente precisávamos de um diferencial para a receita, afinal além de ser uma característica da Ogre, precisava também captar a essência da marca Wal Halla, que é muito legal” conta Carlos de Manuel, um dos sócios da Ogre Beer.

Com isso em mente, foram buscar inspiração na culinária da Escandinávia, ainda pouco conhecida por aqui. “Queríamos algo que evocasse os Smorgasbord, banquetes comuns nos países nórdicos desde a era Viking. Percebemos que um ingrediente muito comum em diversos preparos é o Endro, uma planta bastante aromática, e que casava perfeitamente com o estilo escolhido” completa Carlos. Além de Endro, a receita leva açúcar mascavo em sua composição, também um ingrediente comum tanto na culinária escandinava quanto nas cervejas belgas como a Blond Ale.

Escolha do Nome

Wagner explica que o nome vem de Hildr, uma das valquírias que levam os guerreiros dos campos de batalha para Wal Halla. Portanto é eternizada com a blond ale, pois, esse estilo de cerveja inicia e satisfaz muitos adoradores de cerveja artesanal.

Perfil sensorial

A Hildr Blonde Ale é uma cerveja leve e fácil de beber, mas que possui uma singularidade de aromas, notas herbais e condimentadas, com leve dulçor de malte e final seco. O amargor é médio com 29 de IBU, assim como o álcool com 5,5% abv. É muito fácil imaginar um Ogro e um Viking sentados na mesma mesa em uma taverna, contando histórias de batalhas. E certamente os dois apreciariam vários pints dessa receita.

Serviço:

Lançamento Ogre Beer e Wal Halla Hildr Blonde Ale

Quando: 23 de fevereiro, sexta-feira.
Onde: Wal Halla
Endereço:Ca’dore Comida Descomplicada – Av. José Gulin,105 – Bacacheri – Curitiba
Horário: A partir das 18h

Entrada Franca

 

Sobre a OGRE BEER

A Ogre Beer é uma das pioneiras na cena cervejeira paranaense. Suas primeiras receitas foram originadas na panela dos sócios da empresa em 2009, mas foi após terem vencido o principal concurso nacional de cervejas em 2010 com a São Seba, e as participações em festivais nos anos seguintes que resolveram levar o negócio adiante.

A Ogre Beer opera no modelo de cervejaria cigana, contratando outras cervejarias para a produção de suas criações. Sempre primando por estilos inovadores (a cerveja que venceu o concurso em 2010 foi a primeira produzida comercialmente no brasil a levar pimenta na receita) ou pouco usuais, os sócios Carlos de Manuel, Sebastiao Singer e Ricardo Seara também fazem questão de fugir do politicamente correto: o slogan da cervejaria é “Ogre Beer. Só não harmoniza com frescura”, alfinetando a onda gourmetizadora que tem tomado o mercado de assalto. “Certamente nossas cervejas podem casar com pratos de elaboração sofisticada em ocasiões formais. Mas isto não pode fazer com que a bebida perca sua essência, que é informal, da mesa do boteco e da beira da churrasqueira”.

Receitas premiadas – As receitas criadas pelos sócios da Ogre Beer já arremataram diversas medalhas em concursos no Brasil e no Exterior. Apenas em 2017 foram 6 medalhas em concursos no Brasil, Chile e Bélgica, sendo 3 delas para a Belgian IPA Django Cigano, que com essa performance figurou entre as 10 cervejas mais premiadas do Brasil naquele ano, sendo a mais premiada entre todos os estilos de IPA. Em anos anteriores, rótulos como Chaparrita, Jacu do Mato, Caldo de Bituca, Brown Spider, e Uber Lager receberam medalhas no Concurso Brasileiro de Cervejas. Sem esquecer a primeira receita dos Ogros, a São Sebá, que recebeu medalhas em concursos realizados na Argentina e na Austrália.

Sobre o Wal Halla

Wal Halla

O Wal Halla nasceu de uma vontade antiga de ter um bar e a descoberta de uma paixão pela cultura nórdica. Aliando esse sonho a cerveja artesanal, gosto adquirido em Curitiba, não teria nome melhor que o salão dos escolhidos por Odin. Depois de morrer com honra em batalha os guerreiros mais bravos irão beber cerveja e hidromel até chegar o momento de defender o reino de Odin no Ragnarok. Veja matéria completa sobre o Wal Halla: um conteiner com 16 torneiras de chope e temática Viking em Curitiba.

 

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

Leave a Reply