Terrazza 40, o restaurante panorâmico de Curitiba e a cerveja Kunstmann

Vista do Terrazza 40, restaurante panorâmico de CuritibaNa semana passada tive o prazer de participar de um jantar no recém-aberto Terrazza 40, o primeiro restaurante panorâmico de Curitiba dos tempos modernos (veja o motivo da distinção no blog Panela do Anacreon), e muito bem acompanhado. Estavam lá alguns executivos e o Sr. Armin, proprietário da Kunstmann, de Valdívia, uma das maiores cervejarias artesanais do Chile. Isso, além do pessoal do restaurante, o gerente de negócios Marcelo Campos e o sócio-proprietário Ronaldo Campos, e da importadora Obra Prima, entre eles o sócio-proprietário Paulo Roberto Blauth de Souza, que está trazendo as cervejas do Chile para terras brasileiras.

Ambiente do Terrazza 40 com decoração moderna e sutilA noite foi extremamente agradável, regada à Kunstmann, massas italianas e carnes uruguaias, especialidade da casa. Isso para não falar da paisagem do restaurante panorâmico de Curitiba. O Terrazza 40 fica no topo do prédio mais alto da cidade, o Edifício Champagnat Towers, no Bigorrilho. Segundo alguns cálculos e suspeitas, o espaço superior, disponível para eventos, é um pouco mais alto do que a área habitável da Torre Panorâmica, conhecida como Terre da Telepar. Ou seja, a vista mais alta de Curitiba.

Pamplona de Lomo fica muito bem com uma Kustmann Gran Tarobayo

Pamplona de Lomo fica muito bem com uma Kustmann Gran Tarobayo

A proposta do local é unir o potencial turístico a boa gastronomia com uma vista privilegiada do Parque Barigui e de vários outras regiões da cidade. São 450 metros quadrados de espaço e capacidade para 120 pessoas na área de eventos e mais 80 no restaurante. A decoração também é um espetáculo, moderna e sutil, projetada pelo designer Daniel Casagrande e o arquiteto Luís Maganhoto. No cardápio, 20 opções de pratos à la carte que variam em combinações de massas de produção própria, risotos, carnes vermelhas e peixes, alguns com toques bem paranaenses.

Além do belo bife de churizo que eu provei, destaque para a harmonização de improviso entre a Pamplona de Lomo com a Kunstmann Gran Tarobayo, uma English Strong Ale. As Kunstmann estarão disponíveis no Terrazza 40 esperando você ir lá degustar 😉

Terrazza 40 e a cerveja Kustmann

Encontro com o proprietário da cervejaria Kustmann, Sr. Armin, no Terrazza 40, em Curitiba

Da esquerda para direita, eu, Sr. Armin, proprietário da Cervejaria Kustmann, e o Marcelo Campos, gerente de negócios do Terrazza 40

Pode deixar que não esqueci da cerveja não. Tive o prazer de conversar por um bom tempo com o Sr. Armin em um bate papo cervejeiro e descontraído sem muito compromisso. Bom notar que apesar das dificuldades da língua, a linguagem, o cervejês, é o mesmo aqui no Brasil e no Chile. Ele se mostrou especialmente interessado no crescimento do mercado de cervejas artesanais do país e, em contrapartida, procurei saber o que pude do Chile.

A Kunstmann é uma cervejaria fundada em 1997 da cidade de Tarobayo, em Valdívia. De tradição germânica, segue a Lei da Pureza e procuram divulgar a cultura cervejeira no país. Sr. Armin veio ao Brasil entre outras coisas para curtir a Oktoberfest de Blumenau e diz que gostou muito. A cervejaria também promove anualmente um Bierfest na região e exporta para Alemanha, Estados Unidos, Japão, Nova Zelândia, Argentina e agora Brasil.

Cervejas Kustmann: novidade apresentada no jantar no Terrazza 40, novo restaurante panorâmico de Curitiba

Linha da Kustamann no Chile. Por aqui, algumas dessas opções já estão disponíveis

Ainda não consegui provar todas as cervejas, mas o destaque vai para a Tarobayo e a Gran Tarobayo. A primeira, uma boa e refrescante Pale Ale, a cerveja mais vendida da cervejaria, segundo Sr. Armin. A segunda, uma English Strong Ale que vai muito bem com uma bela refeição a base de carnes assadas. Além dessas, a linha da Kustmann que chega ao Brasil inclui Lager, Lager sem álcool, Lager não filtrada, Miel, Arandano (com a fruta que dá nome à cerveja) e Bock.

Enfim, me diverti bastante e tenho certeza que ao visitar o Terrazza 40 você também vai. Um passeio por um restaurante panorâmico como esse, em Curitiba, comendo e bebendo bem, vai fazer você se sentir nas alturas – com o perdão do trocadilho. Quanto às cervejas, parabéns ao pessoal da importadora Obra Prima. Temos poucas cervejas latino-americanas por aqui. A chegada da Kunstmann é para se comemorar.

E você, já provou algum dos dois? Já foi no Terrazza 40? Conte o que achou. Já degustou Kunstmann? Compartilhe suas impressões. O espaço de comentários está aberto.

Serviço: Terrazza 40 – Restaurante Panorâmico. Rua Padre Anchieta, 1287 – Cobertura, Curitiba/PR. Telefone: (41) 3014-0141. Horário: Segunda a sábado: 11h45 às 15 horas e das 18 horas à meia noite. Domingo: 11h45 às 17 horas. Site: www.terrazza40.com.br. Facebook: www.facebook.com/terrazza40.

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

– Instagram

– Facebook

– Google+

– Twitter

– Foursquare

– YouTube

nv-author-image

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas. Leia mais sobre ele aqui e conheça oClube BarDoCelso.com aqui.

2 comentários em “Terrazza 40, o restaurante panorâmico de Curitiba e a cerveja Kunstmann”

  1. Boa Tarde! Eu provei as cervejas Kunstmann no Chile e achei deliciosas, provei todas, inclusive a de Arandano(que acredito ser Mirtilo ou Blueberry né?) e adorei! São cervejas de muita qualidade e acho muito bacana que sejam divulgadas no Brasil! Aliás, fiquei impressionada com o mercado de cervejas artesanais do sul do Chile! Eu tomei 2 por dia e ainda tinha muito mais variedade pra provar, não dei conta! Fora que estourei a alça da mala de tantas garrafas que trouxe pra cá! Aprovado! Quero voltar para provar mais!
    O maior mercado mesmo é Valdivia, mas há cervejas ótimas em Puerto Varas, Puerto Montt, Puerto Octay…vale a pena!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *