Cervejaria Landel é lançada em São Paulo

O número de cervejas cresce no país a cada dia. E o número de cervejarias também. Para ter algo diferente para oferecer, algumas dessas fábricas apostam em novos conceitos e formatos (inclusive de negócios). Na quarta-feira (28) foi lançada oficialmente no Instituto da Cerveja em São Paulo a Cervejaria Landel, de Campinas, no interior do estado. Ela visa oferecer para os clientes cervejas acessíveis em termos de paladar, mas saborosas e respeitando os estilos clássicos. Um lugar no mercado cervejeiro ainda ocupado por poucos.

Inovação também no modelo de negócios, com um formato de baixo custo. A Landel é a primeira cervejaria incubada, segundo seus idealizadores Bruno Cardoso, Marcelo Crósta e Samuel Mendonça. A “fábrica” não é própria. Trata-se da planta da Cervejaria Universitária, no bairro Barão Geraldo, em Campinas. Lá dentro, a marca tem seus tanques próprios, mas aproveita a estrutura já instalada e racha os custos de produção. Segundo Samuel, é algo diferente de produção terceirizada no seu conceito. “Se você terceiriza a produção, os termos são dados em preço para aquele serviço. O que fizemos é diferente, pois falamos em custos com o proprietário da cervejaria”, explica em coletiva à imprensa.

Cervejas Landel

Landel

A elaboração do conceito do produto também passa por um raciocínio inteligente. A ideia, segundo os fundadores, é produzir cervejas que ajudem na construção de uma identidade nacional, uma cultura cervejeira brasileira, mas não necessariamente pelo viés dos ingredientes típicos. “Nós resolvemos usar a criatividade e o conhecimento para conseguirmos fórmulas de cervejas leves, mas com personalidade, que combinem com nosso clima e público”, afirma Samuel.

Para Marcelo, os brasileiros estão afoitos por novidades exóticas e extremas, mas quando se trata de consumo do dia a dia, acabam buscando cervejas simples. “Utilizando apenas os 4 ingredientes básicos: levedura, lúpulo, malte e água, criamos cervejas que permitem que o consumidor fuja das ‘pilsens’ clássicas do mercado”.

As duas cervejas lançadas na estreia estão sendo comercializadas por enquanto somente em chopp e na região de Campinas e São Paulo. O primeiro é uma boa Session American IPA, com a criticidade marcante dos lúpulos americanos e bom amargor, mas ainda sim de baixa corpo, leve e com pouco álcool. A segunda é uma German Pils com dry hopping, um releitura do estilo clássico alemão, elaborado em parceria com o bar The Beer Market Jundiaí com lúpulos nobres alemãs e variedades mais modernas na segunda lupulagem, como Mandarina. Mais duas cervejas estão em planos: uma Weizendoppelbock e uma Smoked Porter.

O chopp Landel está disponível no Velhas Virgens Rockin’ Bar (São Paulo), The Beer Market (Jundiaí) e Metropoly, Nosso Bar, Bistrô Sabores Mendocinos e Spiro Giro em Campinas. A fábrica (Av. Albino José Barbosa de Oliveira, nº 1250) está aberta a visitação mediante agendamento prévio pelo e-mail [email protected].

Acompanhe o Bar do Celso nos sites de redes sociais

– Google+

– Twitter

– Facebook

– Foursquare

– YouTube

nv-author-image

Luís Celso Jr.

Luís Celso Jr. é jornalista e sommelier de cervejas premiado. Também é professor, juiz e consultor de cervejas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *